Isaú é Condenado em 2ª Instância e está fora das eleições em Ji-Paraná

0 118
Condenados terão que pagar multa e devolver cerca de R$ 800.000,00 mil

Porto Velho, RO – Os Magistrados da Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, decidiram em manter a condenação  dos membros da Associação Rural de Rondônia (ARR) de Ji-Paraná, entidade responsável pela realização da Exposição Agropecuária e Industrial de Ji-Paraná (Expojipa).

O acordão publicado no final deste mês de fevereiro, condena os membros da diretoria que administrou a Associação até o ano de 2011 a multa fixada no valor diário de R$ 5 mil e a devolução de recursos no montante de R$ 792.414,29, com acréscimo de juros e correção monetária desde o evento danoso que causou o prejuízo, ou seja, 31 de agosto de 2011.

A decisão unanime dos desembargadores atinge os ex-diretores Solivan Lima Chaves, José Rolim Xavier, Coriolano Nogueira Franco, José Roberto de Mendonça e Benedito Carlos da Silva e Isaú Raimundo da Fonseca.

A decisão, em segunda instância, também torna inelegível Isaú Raimundo Fonseca que pretendia disputar a prefeitura de Ji-Paraná neste ano de 2020 pelo MDB.

O relator desembargador Sansão Saldanha foi acompanhado em sua decisão pelos desembargadores Raduan Miguel Filho e Rowilson Teixeira, ratificando o que já havia sido determinado pelo  juiz de Direito Haruo Mizusaki, da 1ª Vara Cível de Ji-Paraná, em abril de 2017, que impôs aos envolvidos, solidariamente, a obrigatoriamente de devolução dos recursos.

Fonte:O OBSERVADOR

Loading...