Cerca de um terço da população de Cacoal está inadimplente, diz CDL

0
Consumidores com contas atrasadas podem procurar as empresas, onde compraram, ou a sede da CDL (Foto: Fernanda Bonilha/G1)

Consumidores com contas atrasadas podem procurar as empresas, onde compraram, ou a sede da CDL (Foto: Fernanda Bonilha/G1)

Dados da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Cacoal (RO), a 480 quilômetros de Porto Velho, mostram que cerca de um terço dos consumidores do município está com suas contas atrasadas, ou seja, em torno de 30 mil pessoas. Segundo o gerente do órgão, Thiago Silva, só nos três primeiros meses de 2017, 5.320 pessoas tiveram os nomes inclusos no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC).

Para o gerente, apesar de muitas pessoas ainda não pagarem suas contas em dia, o ano de 2016 teve um período de recessão maior, e comparando os anos de 2016 e 2017, o saldo de adimplentes é positivo.

“Comparando os três primeiros meses do ano de 2016 com 2017, nós tivemos um aumento de 10% na inadimplência e um aumento de 14, 5% na adimplência, então podemos dizer que temos um saldo positivo de quase 5%, e isso é um percentual bom”, avaliou Thiago.

De janeiro a março de 2017, foram inclusos no SPC 5.320 consumidores. Neste mesmo período, 3.958 pessoas conseguiram excluir seus nomes da lista de inadimplentes. Com isso, sobrou um saldo de 1.362 pessoas que continuam com os nomes negativados.

Thiago acredita que o principal fator que contribuiu para que as pessoas pudessem pagar suas contas, foi a liberação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), onde os consumidores aproveitaram o saque para priorizar o pagamento das dívidas.

Outro fator que também está contribuindo para a diminuição dos inadimplentes, é a análise criteriosa que os empresários estão fazendo antes da venda.

“Quando temos um período de recessão, o empresário tende a fazer uma análise de crédito mais criteriosa, não liberando crédito para todos, mas sim, avaliando quais os melhores clientes e oferecendo um limite de crédito que o mesmo consiga pagar”, destacou.

Apesar do balanço positivo, Thiago afirma que um terço da população do município ainda está inadimplente.

“Nós fizemos uma campanha de final de ano para recuperação de crédito, onde tivemos um retorno bacana, mais ainda temos cerca de 30 mil pessoas inadimplentes em Cacoal. No geral, o consumidor está demorando a pagar suas dívidas de um a três meses, após o vencimento”, afirmou.

Os clientes que estiverem com os nomes negativados, devem procurar a CDL ou a empresa onde está devendo para fazer uma negociação.

“Mesmo não tendo o dinheiro para pagar a dívida total, é importante que o consumidor procure a empresa para fazer uma negociação, a CDL também pode fazer a intermediação com a empresa. Devido à situação econômica que estamos passando, o empresariado tende a ser mais flexível nas negociações”, garantiu Thiago.

A CDL fica localizada na Avenida Guaporé, número 2747, Bairro Centro.

 

 

Fonte:G1/RO

Partilhe.

Sobre o Autor

Deixe uma resposta