Presidente lamenta incidente ocorrido durante Baile do Rubi em Cacoal (RO)

0

A presidente da OAB Subseção de Cacoal (RO), Julinda da Silva utilizou a rede social (facebook) para lamentar o incidente ocorrido na noite desse sábado (05/08), durante a realização do baile do rubi, na casa de show Millenium. A festa reuniu mais de 250 convidados, entre advogados, amigos e familiares.

O evento transcorria dentro da normalidade, com música de boa qualidade, comida e bebida gratuita. Porém, depois da zero hora, o empresário Jabes Rabelo foi convidado pelo cantor da banda, MP Black, a subir no palco. De posse do microfone, ele proferiu palavras que não agradaram os participantes da festa. Um princípio de vaia foi ouvido, mas a situação ficou pior quando, o som do microfone que ele utilizava foi cortado.

Enfurecido, o empresário investiu contra o músico da banda. Foi necessário chamar os seguranças para retirá-lo do palco. Alguns amigos também subiram no espaço reservado aos cantores com objetivo de acalmar os ânimos. Em nenhum momento presenciou-se excesso para conter a situação. Pelo contrário, o profissionalismo dos rapazes responsáveis em garantir a segurança no local foi exemplar.

Em seu perfil, Julinda da Silva agradeceu a todos que prestigiaram o Baile do Rubi. Segundo a presidente da Subseção, a diretoria teve a preocupação de pensar na festa, juntamente com os membros de comissões, conselheiros estaduais, tanto que contratou o Molina Produções que ficou encarregado de realizar o evento, no que tange a contratação da MP Black, buffet, decoração e bar. “Todos os momentos, falas e horário foram previamente definidos com o cerimonial. O baile foi pensado para nós advogados (as), amigos e familiares. Comportamentos outros que saem da proposta da festa são repudiados, pois não acredito em amnésia alcóolica”, pontuou.

Pedido de desculpas

O empresário também usou a mesma rede social para pedir desculpas. Ele alegou ter bebido muito.

 

Fonte: Jornal Correio de Rondônia

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.
Partilhe.

Sobre o Autor

Deixe uma resposta