Produtores declaram vacinação contra a aftosa em 45% do gado de Cacoal, RO

0
Quase metade dos produtores de gado de Cacoal já declararam vacinação contra a aftosa (Foto: Divulgação/Elaine Barbosa)

Quase metade dos produtores de gado de Cacoal já declararam vacinação contra a aftosa (Foto: Divulgação/Elaine Barbosa)

Faltando menos de 10 dias para o fim do prazo para a vacinação da febre aftosa, 45% dos produtores rurais de Cacoal (RO), a 480 quilômetros de Porto Velho, já fizeram a declaração na Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado (Idaron). A campanha de vacinação este ano deve imunizar cerca de 430 mil animais no município.

A imunização começou no dia 15 de abril e segue até o dia 15 de maio. O prazo para declaração do procedimento se encerra no dia 22 deste mês. Há mais de dez anos o estado apresenta índices de vacinação superior a 99%.

De acordo com a veterinária da Idaron, Alessandra Nascimento de Souza, o produtor deve ficar atento porque houve inversão do calendário vacinal. Nesta campanha, deve ser imunizado todo o rebanho, independente da idade.

“Esse ano houve a inversão da campanha. A mudança ocorreu porque os produtores rurais reclamaram dos prejuízos na reprodução dos animais após a segunda etapa da vacinação. Portanto nesta etapa serão vacinados todos os animais, e a etapa de outubro a novembro de 0 a 24 meses”, explica a veterinária.

Declaração

Para realizar a declaração da vacina, o pecuarista precisa levar a nota fiscal de compra da vacina e a relação do rebanho por faixa etária. De acordo com a Idaron, o produtor que não declarar ou não vacinar o rebanho será multado no valor de R$ 152,72 por animal não vacinado. Já para quem vacinar e não realizar a declaração da vacina a multa é de R$ 152,72 por propriedade rural.

Em Cacoal o órgão funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30.

Fonte: G1/RO

Partilhe.

Sobre o Autor

Deixe uma resposta