5G favorecerá turismo, agro e educação, diz Bolsonaro em abertura do leilão

5G favorecerá turismo, agro e educação, diz Bolsonaro em abertura do leilão

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta quinta-feira (4) durante a abertura do leilão do 5G que a nova tecnologia favorecerá setores como turismo, agronegócio e educação.

“O Tarcísio [de Freitas, ministro da Infraestrutura], há pouco tempo, deu uma regulamentada para melhor na questão dos hidroaviões, vamos ter turismo na Amazônia (…) Como vai ser o turismo no Brasil? Como a gente vai mostrar o Brasil? O 5G vem para consolidar tudo isso aí”, disse o presidente.

Bolsonaro disse ter ficado marcado, em sua recente viagem à Itália, por ser questionado por uma criança se a Amazônia “estava pegando fogo”.

“Visitei a Amazônia duas vezes. O que eles pediram para nós? Pediram internet. Quando vermos nossos irmãos indígenas com internet, eles vão começar a fazer matérias sobre Amazônia e mandar para fora. Não vai ser só aquela fábrica de fake news que temos no Brasil, difamando a nossa pátria, desinformando.”

O presidente também disse que no seu tempo na Academia Militar das Agulhas Negras, no Rio de Janeiro, se comunicava por carta com a mãe e esperava até duas semanas por uma resposta.

“Quanta facilidade a juventude já tem hoje. E por que nosso ensino vai mal? Questão ideológica. Vamos vencendo devagar. Não temos que ter militante em lugar nenhum. Temos que ter escolas na ponta da linha formando por bons profissionais como os que estão aqui na minha frente. É o nosso futuro”, disse.

O presidente também relacionou a nova tecnologia de comunicação ao agronegócio, um dos setores que deve ser favorecido com a velocidade do 5G e com a implementação da internet das coisas.

“Vocês sabiam que segundo a [Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária] Embrapa, um campo de 100m x 100m, produz 150 toneladas de tilápia por ano? Podemos dobrar a produção de pescado. Imagine com a entrada da internet [5G] como vai ser tudo isso? Fantástico”, finalizou.

“Primeiro 5G da América Latina”

Em discurso antes de Bolsonaro, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, afirmou que o Brasil será o primeiro país da América Latina a implementar a tecnologia 5G.

“Nós teremos o primeiro 5G da América Latina aqui e vamos mostrar para o mundo que o Brasil está na economia digital, que o Brasil está cuidando da transformação digital, que é um player e vai virar um hub de inovação para que a gente possa receber empresas, investimentos de inovação e tecnologia da Ásia, da Europa”, disse.

Ele também agradeceu ao ministro da Economia, Paulo Guedes, por ter autorizado que o leilão do 5G fosse realizado de forma não arrecadatória.

“Ministro Guedes, o Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust ) existe há mais de 20 anos e há mais de 20 anos [o país ] não tem R$ 1 investido em telecomunicações. Por isso que temos esse deserto digital no Brasil. São R$ 23 bilhões usados só para superavit primário”, afirmou o ministro.

“Só o ministro Paulo Guedes, o governo Bolsonaro, que abriram mão de R$ 50 bilhões que poderiam entrar no caixa – 80% desse valor vai ser transferido para investimentos.”

Mixrondonia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *