Adelino Follador pede ao CEDRS que mude legislação para que produtores tenham acesso a financiamentos

Adelino Follador pede ao CEDRS que mude legislação para que produtores tenham acesso a financiamentos

Rondônia pode perder R$ 400 milhões em investimentos se não mudar a legislação

Um dos critérios para que os produtores possam fazer financiamento para compra de gado é a apresentação do exame de brucelose, porém, no memento existe dificuldade para adquirir o reagente que possibilita a realização do exame em Rondônia, distribuído pelo Ministério da Agricultura, que no momento não está fornecendo, consequentemente os produtores não estão conseguindo o financiamento.

Diante da situação, o deputado Adelino Follador (DEM) falou com o superintendente do Banco do Brasil em Rondônia, Edson Lemos, que explicou ao parlamentar que, se não mudar a legislação estadual corre o risco de ser devolvido os cerca de R$ 400 milhões disponíveis para esta finalidade, e também há casos de pessoas que teve o financiamento aprovado, compraram o gado, porém, o dinheiro não foi liberado.

Adelino falou também com o secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani, que é o presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural e Sustentável (CEDRS), com o presidente do Idaron, Júlio Cesar, e com o Hélio Dias, presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Rondônia (Faperon), que são membros do CERDS, cobrando uma ação para mudança na legislação, exigindo o exame somente quando o gado for de fora do estado.

Outra dificuldade reclamada pelos produtores, é que para fazer o exame pela iniciativa privada, os reagentes que antes custavam R$ 20, agora estão entre R$ 70 e R$ 80 para compra do produto.

Em resposta a cobrança do deputado Adelino, nesta quarta-feira (29), o CERDS convocou reunião com todos os conselheiros, secretários, superintendentes, diretores e suplentes, marcada para o próximo dia 07 de outubro, às 14 horas, onde irá propor a mudança na legislação, pois Rondônia é o único estado da região norte que tem esta exigência do exame de brucelose, e nos demais estados não é critério para liberação de financiamento.

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de Texto e foto: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *