Agendamentos para a Justiça Rápida Digital encerram em 7 de maio em Porto Velho

Agendamentos para a Justiça Rápida Digital encerram em 7 de maio em Porto Velho

A Justiça Rápida Digital recebe agendamentos até o dia 7 de maio. Por causa da pandemia de Covid-19, o programa vai acontecer de forma remota.

Está aberto, desde o dia 12 de abril, o período de triagem — que é o agendamento por meio de telefone disponibilizado pelos juizados especiais para cada caso.

Na Justiça Rápida Digital é possível resolver conflitos sobre guarda de menores entre pais, alimentos e visitas para os filhos, cobranças de pequenos valores, dissolução de união estável, investigação de reconhecimento de paternidade, divórcio e mais.

A expectativa é de que mais de 650 audiências ocorram nesta edição durante os dias 13 e 16 de maio. O atendimento prévio por telefone vai levar as partes para uma audiência, também por meio do WhatsApp. A sentença judicial terá o mesmo valor legal dos procedimentos realizados no fórum.

Como agendar a audiência

O agendamento é feito através do WhatsApp. O centro judiciário de resolução de conflitos e cidadania de Porto Velho disponibiliza um contato para cada tipo de resolução.

Confira a lista abaixo:

  • Conversão consensual (amigável) de separação judicial em divórcio: (69) 9 9368-0758
  • Divórcio imediato, consensual (amigável) sem bens e sem filhos: (69) 9 9368-0758
  • Divórcio imediato, consensual (amigável) com bens e filhos: (69) 9 9369-1809
  • Investigação e reconhecimento de paternidade: (69) 99374-2362
  • Guarda de menores entre pais: (69) 9 9368-5306
  • Alimentos e visitas para filhos: (69) 9 9368-5306
  • Danos materiais: (69) 9 9367-4629
  • Cobranças de pequenos valores: (69) 9 9367-4629
  • Dissolução de união estável: (69) 9 9374-2362

O horário de atendimento segue o mesmo das unidades do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO), das 7h às 14h.

Ao entrar em contato, o interessado deve fornecer informações pessoais e documentos solicitados para o caso.

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *