Apenas 15% das crianças tomaram a vacina contra poliomielite em Rondônia

Apenas 15% das crianças tomaram a vacina contra poliomielite em Rondônia

A campanha de vacinação contra poliomielite começou no dia 8 de agosto em Rondônia. A meta é imunizar 95% das crianças de 1 a 4 anos, mas só 15,04% foram vacinadas até o início de setembro, segundo informado pela Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa).

Em Rondônia o público-alvo da campanha é composto por 110.150 crianças, mas até o momento, foram aplicadas 17.300 doses nos pequenos de 1 a 4 anos.

Ainda segundo dados divulgados pela Agevisa as crianças com 1 ano de idade são as que mais tomaram doses contra a poliomielite (18,02%). Já as crianças de 3 anos têm o menor índice de cobertura registrado no estado (13,80%).

A doença, também chamada de paralisia infantil, tem certificado de erradicação no país desde 1994, mas a baixa cobertura vacinal nos últimos anos preocupa especialistas.

“Precisamos que os pais levem os filhos para vacinar, é importante manter o cartão de vacinas atualizado, não só contra a poliomielite. A atualização da situação vacinal aumenta a proteção contra as doenças imunopreveníveis, evitando a ocorrência de surtos e hospitalizações, sequelas, tratamentos de reabilitação e óbitos”, informou o coordenador estadual de imunização da Agevisa, Ivo Barbosa.

Com baixa adesão, Ministério da Saúde vai prorrogar campanha de vacinação contra a poliomielite — Foto: Fabrício Cunha

Campanha prorrogada

Por causa dessa baixa cobertura vacinal contra a doença, o Ministério da Saúde anunciou que vai prorrogar a campanha de vacinação contra a poliomielite até 30 de setembro em todo o país. O prazo inicial da campanha que começou em 8 de agosto era até esta sexta-feira (9).

Campanha prorrogada

Por causa dessa baixa cobertura vacinal contra a doença, o Ministério da Saúde anunciou que vai prorrogar a campanha de vacinação contra a poliomielite até 30 de setembro em todo o país. O prazo inicial da campanha que começou em 8 de agosto era até esta sexta-feira (9).

A campanha nacional contra a pólio busca alcançar crianças menores de 5 anos que ainda não foram vacinadas com as primeiras doses do imunizante (que é aplicado as 2, 4 e 6 meses de idade, via injeção intramuscular) e incentivar a aplicação da dose de reforço, que acontece por meio da conhecida gotinha.

O Ministério prorrogou também a campanha de multivacinação, que acontece de maneira conjunta à da poliomielite. A campanha busca incentivar a atualização de caderneta de vacinação das crianças pelos responsáveis. Estão disponíveis 18 vacinas que compõem o calendário nacional de vacinação.

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *