Aumento no faturamento de empresas em RO e no número de carteiras assinadas é registrado pela Sefin em 2020

Aumento no faturamento de empresas em RO e no número de carteiras assinadas é registrado pela Sefin em 2020

O faturamento acumulado das empresas em Rondônia aumentou cerca de 17,2% em 2020, ano em que teve início a pandemia da Covid-19, em relação ao ano de 2019, segundo um levantamento realizado pela Secretaria de Estado de Finanças (Sefin).

De acordo com a secretaria, entre 21 de março de 2020 e 5 de março de 2021, os setores que mais tiveram aumento no faturamento foram:

  • Industrial: 23%
  • Agropecuário: 20,9%
  • Atacadista: 15,3%
  • Varejista: 12,3%

Já os setores que mais tiveram queda no faturamento foram:

  • Ramo calçadista: – 19,5%
  • Vendas de motocicletas: – 10,3%
  • Roupas: – 5,8%
  • Serviços: – 3,9%

Conforme a secretaria, a queda no faturamento desses setores poder ter sido maior dado que o cálculo baseia-se no Banco de Dados de Notas Fiscais Eletrônicas de contribuintes do ICMS, e como muitas empresas não fazem emissão de notas, deixam de constar no levantamento.

Ao todo, Rondônia teve uma arrecadação própria de R$ 6,2 bilhões em 2020, o que representa um crescimento de 6,5% em relação a 2019, quando o estado obteve R$ 5,8 bilhões.

Já em janeiro de 2021, a arrecadação estadual aumentou 10,8% em relação a janeiro do ano passado, e em fevereiro, 4,8% maior do que o obtido no mesmo período de 2020.

De acordo com a Sefin, as medidas tomadas pelo governo do estado através do Plano de Estímulo à Retomada Econômica – como prorrogação do vencimento de impostos, ampliação de programa de recuperação de crédito e medidas de desoneração tributária – foram suficientes para diminuir os impactos do isolamento social no meio empresarial.

Carteira assinada

Além da elevação do faturamento acumulado das empresas de Rondônia, durante o 1º ano da pandemia no estado, a Sefin considera recuperados 120% de empregos com carteira assinada, o que somavam 240,5 mil até dezembro de 2020.

Outro fator positivo apontado pela secretaria foi a criação de novas empresas no estado. Segundo a Sefin, o aumento no número de empreendimentos criados em 2020 foi de 11,8% a mais do que em 2019, o que representa 2.294 novas empresas, sendo a maior parte delas de microempreendedores individuais. Ao todo o estado possui 21.735 empresas em atuação. Fonte: https://noticiageral.com – com informações de G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *