Avião que caiu com Marília Mendonça não tem caixa preta, diz Cenipa

Avião que caiu com Marília Mendonça não tem caixa preta, diz Cenipa

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) afirmou, na tarde deste sábado (6), que o avião que caiu com a cantora Marília Mendonça e outros quatro passageiros em Minas Gerais não possui caixa preta.

Segundo o órgão, na aeronave foi encontrado apenas um geolocalizador que pode ser utilizado para confrontar o plano de voo. O dispositivo é umas das evidências para se compreender as causas do acidente ocorrido na última sexta (5).

O Cenipa afirmou que todas as evidências e itens pessoais foram retirados da aeronave e que os peritos não entrarão mais no avião. O órgão aguarda a remoção dos destroços para que outra parte da perícia aconteça.

A aeronave deve ser retirada do local ainda neste sábado e levada para o aeroporto onde deveria ter pousado, a dois quilômetros do local do acidente.

O acidente

O acidente aconteceu em Piedade de Caratinga, no Vale do Rio Doce, no oeste de Minas Gerais. O avião caiu a uma distância de três quilômetros do aeroporto de Caratinga, cidade onde a cantora faria um show.

A aeronave caiu em um curso d’água próximo de um acesso da rodovia BR-474. A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) informou que o avião bateu em um cabo de uma torre distribuição de energia da companhia em Caratinga.

A Força Aérea Brasileira (FAB) e a Polícia Civil de Minas Gerais investigam o acidente.

Fonte: CNN

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *