Boxeador morre após ficar desnorteado e atacar ‘adversário invisível’ no ringue

Boxeador morre após ficar desnorteado e atacar ‘adversário invisível’ no ringue

O boxeador Simiso Buthelezi, de 24 anos, faleceu na última terça-feira (7), dois dias após ficar desnorteado e tentar acertar ‘adversário invisível’ em cena assustadora durante combate contra Siphesihle Mntungwa pelo cinturão sul-africano nos leves da WBF (Federação Mundial de Boxe).

A informação foi divulgada pelo jornal ‘Boxing South Africa’, que havia noticiado a internação de Buthelezi. O lutador ainda esteve em coma induzido, mas não resistiu a um sangramento no cérebro.

“É com grande tristeza para a família Buthelezi anuncia a morte de Simiso Buthelezi, que faleceu na noite passada, em 7 de junho, no hospital em Durban (África do Sul). No final de sua luta, Buthelezi desmaiou e foi levado ao hospital e descobriu-se que ele sofreu uma lesão cerebral que resultou em hemorragia interna. No hospital, Buthelezi recebeu o melhor atendimento possível, mas sucumbiu à lesão”, disse o jornal, que divulgou a nota oficial da morte de Buthelezi.

Questionado sobre a saúde do atleta antes do combate, o treinador Bheki Mngomezulu afirmou que Simiso estava em perfeitas condições antes e durante o duelo. Ele concedeu entrevista à mídia local após o ocorrido.

“Não houve nada de inconveniente na luta e no treinamento. Ele estava vencendo a luta por pontos antes do incidente ocorrer. Eu não posso explicar o que aconteceu, para ser honesto. Foi desconcertante, mas em seu treinamento e na preparação para a luta, não havia nada de ruim em relação à sua condição. Ele estava bem antes da luta”, explicou o treinador.

Já no décimo round do combate, Buthelezi chegou a viver bom momento na trocação, onde viu Mntungwa caiu nas cordas depois de sequência. Ele se afastou e, quando o árbitro se preparava para reiniciar a peleja, esteve em confusão mental. O vídeo do momento viralizou nas redes sociais e chocou os fãs dos esportes de combate.

De costas para seu adversário, o lutador perseguiu o juiz – que se afastou – e passou a desferir golpes contra um ‘adversário imaginário’ em um dos corners. Em seguida, ao perceber o que havia ocorrido, o árbitro decretou o fim do combate e Simiso foi imediatamente levado ao hospital local.

Fonte: Super Lutas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.