Brasil registra safra recorde de grãos que deve chegar a 262,13 milhões de toneladas

Brasil registra safra recorde de grãos que deve chegar a 262,13 milhões de toneladas

De acordo com a 9ª Sondagem de Safra de Grãos da Companhia Nacional de Abastecimento, divulgada nesta quinta-feira (10), a safra de grãos 2020/2021 deve chegar a 262,13 milhões de toneladas (Conab).

Apesar da queda de 9,57 milhões de toneladas em relação à projeção do mês anterior, o volume total a ser colhido nesta safra ainda é superior ao da safra anterior. Segundo a Conab, as severas condições climáticas vividas durante o cultivo da segunda safra impactaram as projeções da produção da safra.

O milho deve apresentar queda de produtividade por conta da falta de chuvas nos meses de abril e maio. Com isso, a produção total de cereais deve chegar a 96,4 milhões de toneladas, com 24,7 milhões de toneladas colhidas na primeira safra, 69,9 milhões colhidas na segunda e 1,7 milhão colhidas na terceira, uma redução de 6% em relação à produção em 2019/20 .

A queda prevista, segundo a Conab, se deve principalmente ao atraso na colheita da soja, que resultou no plantio de parte substancial da região do milho segunda safra fora do prazo indicado.

A produção de soja deve atingir novo recorde de 135,86 milhões de toneladas, alta de 8,8% em relação à safra 2019/20, o que representa aumento de 11 milhões de toneladas.

Conab prevê uma produção de cerca de 3 milhões de toneladas de feijão. A produção de arroz deve atingir 11,6 milhões de toneladas, aumento de 4% em relação à safra anterior.

O plantio da safra de inverno começou em abril e se intensificou em maio. O trigo tem área plantada de 2,5 milhões de hectares e produção de 6,94 milhões de toneladas, segundo estimativas preliminares.

Fonte: Mixrondonia.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *