BRIGA DE FACÇÃO – Polícia Civil prende suspeitos de bárbaro crime ocorrido em Presidente Médici

BRIGA DE FACÇÃO – Polícia Civil prende suspeitos de bárbaro crime ocorrido em Presidente Médici

Na tarde desta quarta-feira, dia 16, a Polícia Civil, em Presidente Médici, sob o comando do delegado Dr. Henrique Bitencourt, elucidou o último homicídio que chocou a população local. O corpo de um homem decapitado, identificado como Marcelo Cardoso da Silva, foi encontrado na manhã da última segunda-feira, dia 14. O corpo estava enrolado em um carpete verde e a cabeça foi encontrada ao lado.

Corpo de homem é encontrado decapitado em Presidente Médici

No mesmo dia, a Polícia seguiu o rastro de sangue até uma residência, localizada na Rua Dom Bosco, a menos de 200 metros do local onde o corpo foi encontrado. Na casa, a Polícia localizou uma barra de ferro suja de sangue e prendeu dois suspeitos, identificados como Douglas Henrique Guimarães Coelho, conhecido por BURUNGA, e Diogo Felipe Melquide.

Em depoimento, Douglas Henrique confirmou que por volta das 23 horas, do dia 13, ao chegar na residência para adquirir substância entorpecente, se deparou com a pessoa já morta e do lado, os irmãos Bruno Alisson Alves Vieira e Marcelo Alves Vieira Filho. Douglas ainda contou que foi advertido pelos irmãos para não se meter, pois era acerto de Facção Criminosa.

Diante das provas obtidas, o Delegado Dr. Henrique Bitencourt, solicitou, junto ao Judiciário, o pedido de Prisão Preventiva em desfavor dos irmãos.

 Ao serem presos, os irmãos, que usam tornozeleiras eletrônicas, permaneceram em silêncio e foram recolhidos ao Presidio daquela cidade, onde permanecerão à disposição da justiça. A Polícia também informou que os irmão Bruno e Marcelo pertencem à facção criminosa denominada PCC (Primeiro Comando da Capital).

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de Comando190

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *