Chacareiro é picado por jararaca e vai à UPA levando cobra em saco plástico

Chacareiro é picado por jararaca e vai à UPA levando cobra em saco plástico

Um chacareiro foi picado por uma jararaca, nesta sexta-feira (1°), enquanto ‘tratava dos porcos’ na propriedade localizada em Vilhena (RO), a 700 quilômetros de Porto Velho. Para receber o atendimento correto na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Eliseu dos Santos levou a cobra morta dentro de um saco plástico.

Em entrevista à Rede Amazônica, Eliseu, de 39 anos, contou que a jararaca estava escondida em alguns tijolos.

“Estava tratando dos porcos, aí fui pegar esses tijolos para tampar um local onde os porquinhos estavam saindo. Na hora que fui pegar o tijolo, ela [cobra] pegou no meu dedo. Doeu demais”, contou.

Após ser picado pela cobra, o chacareiro diz que procurou um vizinho e lá teria tomado um líquido para ‘dispersar o veneno’.

Quando voltou à propriedade dele, Eliseu acabou matando a jararaca, colocou dentro de um saco plástico e então decidiu procurar o hospital para receber o soro antiofídico.

Jararaca picou chacareiro no dedo em Vilhena — Foto: Rede Amazônica

Jararaca picou chacareiro no dedo em Vilhena — Foto: Rede Amazônica

Veneno perigoso

Segundo o biólogo Flávio Terassini, a jararaca é uma das cobras mais peçonhentas do país. Com isso, é preciso tomar o soro o mais rápido possível.

A Jararaca é considerada a mais perigosa por risco de acidentes, já que a espécie é caracterizada pelo comportamento arisco de defesa, além de viver em diversos tipos de habitat e ser abundante no Brasil.

Em caso de acidente, o biólogo explica que é muito importante fazer um registro do animal em foto ou vídeo para que seja possível identificar a espécie e seu soro.

Além disso, o local da picada deve ser lavado com água abundante e sabão, e a procura por atendimento médico deve ser imediata.

“Não faça torniquete, que é amarrar o local da picada, não chupe, não coloque nada em cima. Beba água, lave o local com água e sabão, tire uma foto do animal e vá para o hospital o mais rápido possível”, alertou.

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *