Dados mostram que presos de RO tem de 18 a 24 anos e ensino fundamental incompleto

Dados mostram que presos de RO tem de 18 a 24 anos e ensino fundamental incompleto

De acordo com informações prestadas a imprensa pela Secretaria de Justiça do Estado (Sejus), existem 12.530 pessoas em Rondônia cumprindo sentenças judiciais. Existem 11.702 homens e 828 mulheres nesta população.

A maioria está em sistema fechado (5.176, sendo 4.889 homens e 287 mulheres). Os condenados em regime aberto ocupam a segunda posição, com 3.199. (2.932 homens e 267 mulheres).

Perfil

A faixa etária de 18 a 24 anos é a que mais pessoas cumprem pena, com 2.789 pessoas (das quais 2.664 são homens e 125 são mulheres).

O segundo lugar ficou com as pessoas de 25 a 29 anos (com 2.560 presidiários, 2.334 homens e 226 mulheres) e o terceiro lugar para as pessoas com 30 a 34 anos (com 2.528 presidiários) (2.423 homens e 105 mulheres).

Com um total de 3.362 pessoas, o Ensino Fundamental incompleto é o nível de ensino mais representativo (3.183 homens e 179 mulheres). Depois, há o colégio inacabado, que tem 820 internos (763 homens e 57 mulheres).

Apenas 30 pessoas concluíram o ensino superior entre os 11.702 presos (menos de 0,3% do total, 26 homens e 04 mulheres). Por outro lado, 336 pessoas são analfabetas (332 homens e 4 mulheres).

Inclusão

É fundamental transmitir informações às prisões, de acordo com Ingrid Matuoka, que publicou um relatório intitulado “Educação prisional e ensino para a liberdade” em setembro de 2019.

“No Brasil, a educação prisional tem uma tarefa difícil: deve incluir não só aqueles que a sociedade exclui, mas também aqueles que a escola abandonou. 70% dos 726,7 mil presidiários do país não concluíram o ensino fundamental, 92% não concluíram o ensino médio, 8% são analfabetos e menos de 1% ingressou ou possui diploma de ensino superior ”.Mesmo que a Lei de Execução Penal (nº 7.210/1984) prevê o direito à educação escolar no sistema carcerário, nem mesmo 13% dos presos conseguem ter o acesso a atividades educativas. Essas informações são do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen), que foi divulgado em 2017.Educação

O estado tem 49 presídios no total, incluindo 29 masculinos, 03 femininos e 17 estabelecimentos mistos. Não existe creche em nenhuma das prisões (secção própria para crianças a partir dos 2 anos, com espaço pedagógico).

Existem salas de aula em 29 (59%) das 49 prisões. Outras 26 unidades (53%) possuem bibliotecas, enquanto apenas 06 unidades (12%) possuem salas de informática. Apenas 11 (22%) das unidades de educação profissional possuem oficinas ou cursos.

Artesanato (criado em dez locais) e costura industrial são as atividades de capacitação mais prevalentes nos presídios de Rondônia (também oferecidos em 10 redes). A marcenaria e a metalurgia vêm em segundo lugar (disponíveis em 7 e 6 prisões, respectivamente).Recursos humanosDentre todo o sistema prisional rondoniense existem apenas 05 pedagogos (sendo 04 mulheres e 01 homem) e 28 professores (18 mulheres e 10 homens).

Fonte: Mixrondonia com informações de assessoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *