Deputado Anderson recebe diretores do Sindetran que anunciam possível greve no Detran em Rondônia

Deputado Anderson recebe diretores do Sindetran que anunciam possível greve no Detran em Rondônia

Representantes afirmaram que servidores estão descontentes com a gestão atual do Detran

O deputado estadual Anderson Pereira (PROS), recebeu na manhã desta quarta-feira (19), os diretores do Sindicato dos Servidores do Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia – Sindetran, Adonias de Deus e Obed Lima, que apresentaram diversas pautas reivindicando melhorias para a categoria, dentre elas, o anúncio de uma possível greve geral no Departamento Estadual de Trânsito – Detran/RO, para a próxima semana em Rondônia.

O descontentamento da categoria com a atual diretoria do Detran é grande. Para o sindicato, a função do Detran/RO sobre a administração atual é apenas de extrair dinheiro do contribuinte com aumento exorbitante das taxas e sucateamento da autarquia. “O Detran não fiscaliza, não educa e não devolve ao contribuinte as taxas cobradas com um serviço de boa qualidade”, denuncia o Sindetran.

Alguns servidores relatam que até hoje tiram dinheiro do bolso para comprar EPI visando se protegerem da Covid-19. Para o sindicato, isso é um absurdo do ponto de vista humano e trabalhista, além do perigo que os contribuintes correm de contrair Covid-19 dentro dos postos de atendimento do Detran/RO. A decisão da greve será tomada de forma conjunta por toda a categoria.

Anderson Pereira que é um deputado classista, defende o servidor público, bem como a população, e se coloca à disposição da categoria para levar as demandas de melhorias ao governo do estado e disse que seu gabinete está aberto para receber qualquer reivindicação.

“Consideramos o pleito dos servidores justo, eles não querem nada mais do que atender bem a população e melhores condições de trabalho e isso não tem ocorrido nessa atual gestão. Estamos à disposição da categoria para juntos somarmos forças nessa luta e levarmos esse pleito até o governo do estado, tendo em vista que no âmbito da direção geral o anseio da categoria jamais será resolvido”, finalizou Anderson Pereira.

Texto e foto: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *