É falso que Brasil é o único país que utiliza urnas eletrônicas sem voto impresso?

É falso que Brasil é o único país que utiliza urnas eletrônicas sem voto impresso?

Circula pelo WhatsApp que o Brasil é o único país que utiliza urnas eletrônicas sem a impressão de um comprovante de voto. O texto, cujo título foi replicado nas redes sociais, afirma que mais de 30 países adotaram o voto impresso. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“Brasil é o único país que utiliza urnas eletrônicas sem voto impresso”

Título de um texto do site Diário do Poder reproduzido nas redes sociais e que, até 15h do dia 19 de maio, havia sido visualizado por mais de 3,5 mil pessoas no Facebook

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. De acordo com um levantamento do International Institute for Democracy and Electoral Assistance (IDEA), que compila dados de 178 países, ao menos 27 deles utilizam algum tipo de tecnologia eletrônica em eleições nacionais, e 16 deles usam uma tecnologia de urna eletrônica. Em alguns desses, o voto é inteiramente digital, sem voto impresso.

Na Índia, na Rússia, na França e nos Estados Unidos, por exemplo, há voto eletrônico sem impressão. Nesses três últimos, o uso de urnas eletrônicas é limitado a algumas regiões do país. 

A urna eletrônica começou a ser implementada em 1998 na Índia e, atualmente, é usada em todo o país. Em 2013, a impressão do voto começou a ser testada, mas continua pouco representativa no universo de 900 milhões de eleitores. Em 2019, seguindo uma determinação da Suprema Corte, o país comparou uma amostra aleatória dos resultados das urnas e dos registros em papel e atestou a eficiência do voto eletrônico.

Na Rússia, a votação que terminou por reeleger o presidente Vladmir Putin em 2018 teve apenas 10% das seções eleitorais equipadas com urnas eletrônicas. O voto não era impresso. No entanto, foi a votação em papel, usada na maioria do país, que levantou suspeitas de fraude. À época, viralizaram nas redes sociais imagens de funcionários colocando cédulas extras nas urnas.

As urnas eletrônicas também dividem espaço com a votação em papel na França. Nas últimas eleições presidenciais, em 2017, apenas 60 de seus 434 municípios contaram com urnas eletrônicas. Também não há impressão do voto nas urnas eletrônicas.

Já nos Estados Unidos, onde cada um dos 50 estados tem autonomia para definir suas regras eleitorais, alguns estados usam urnas eletrônicas, e alguns desses estados tem voto impresso, enquanto outros não. Segundo levantamento da National Conference of State Legislatures (NCSL), 18 estados exigem um comprovante verificado pelo eleitor. Outros 13 não têm legislação que imponha a impressão do voto, ainda que isso seja feito em 9 deles.

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de Lupa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *