Em 2019, Rondônia tinha mais de 16% das casas sem acesso à internet, diz IBGE

Em 2019, Rondônia tinha mais de 16% das casas sem acesso à internet, diz IBGE

Em 16,7% dos domicílios de Rondônia não houve utilização de internet em 2019, e esse é um índice menor que o registrado em 2016, quando 37,7% das casas não possuíam conexão com a internet.

Entre as pessoas com mais de dez anos que não usaram internet em Rondônia em 2019, cerca de 44% disseram que não sabiam nem usar o serviço.

Os números são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), divulgada nesta quarta-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A pesquisa também mostrou que entre os anos de entre 2016 e 2019 o número de pessoas com mais de dez anos que não usavam internet diminuiu 50,7% em Rondônia.

Nesse período, o aumento de usuários de internet com mais de 10 anos foi de 852 mil para 1,2 milhão. E proporcionalmente, o grupo que mais cresceu foi o de pessoas com mais de 60 anos, que passou de 22 mil para 97 mil usuários.

Diferença de renda

Segundo o IBGE, quanto as pessoas ganham por mês influencia diretamente em suas conexões. A pesquisa aponta que o rendimento médio per capita se mostrou “fator importante para acesso à internet”.

Pois enquanto o rendimento médio per capita nas casas com internet era de R$ 1.203, nos que não usavam internet era de R$ 785.

A renda também influencia o tipo de equipamento utilizado para acessar a internet. Por exemplo, o menor e o maior rendimentos médios per capita foram identificados nos domicílios que usavam microcomputador (R$ 1755) e nos que usavam tablet (R$ 2548).

Dados nacionais

Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad C), com levantamento feito no 4º trimestre de 2019 dizem que o Brasil tinha 39,8 milhões pessoas sem conexão com a internet no final de 2019. O número representa 21,7% da população com idade acima de 10 anos.

Veja abaixo os principais dados da pesquisa:

Uso da internet no Brasil em 2019 — Foto: G1

Uso da internet no Brasil em 2019 — Foto: G1

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *