Em dois anos, taxa de natalidade diminui 12% em Porto Velho

Em dois anos, taxa de natalidade diminui 12% em Porto Velho

Apesar da grande quantidade de publicações nas redes sociais de mulheres grávidas durante a pandemia da Covid-19, os dados da Prefeitura de Porto Velho demonstram que a taxa de natalidade está diminuindo desde 2019.

Entre 2018 e 2020, houve uma redução de 12% nos nascimentos registrados na Maternidade Municipal Mãe Esperança.

O número tende a continuar em queda, visto que os nascimentos de janeiro a junho deste ano não alcançaram nem metade da quantidade esperada: 3.500 crianças.

Natalidade em Porto Velho

AnoNúmero de nascimentos
20173.673
20183.697
20193.391
20203.252
2021 (até 30 de junho)1.153
Total15.166

Fonte: Semusa/Porto Velho

Bebês da pandemia

O Murilo está com quatro meses e é um dos “bebês da pandemia”. Ele nasceu em Porto Velho e foi um presente em um momento muito doloroso.

“Eu descobri no final de julho do ano passado, inclusive uma semana depois do meu avô falecer por consequência da Covid-19”, conta a mãe, Isadora Estolano, de 26 anos.

O Murilo está com quatro meses e é um dos “bebês da pandemia”. — Foto: Redes Sociais/Reprodução

O Murilo está com quatro meses e é um dos “bebês da pandemia”. — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Apesar do sentimento de conforto que uma nova criança trouxe à família, Isadora conta que o momento de descoberta da gravidez foi marcado pelo susto e também pelo medo de fazer parte do grupo de risco em um momento tão delicado.

Os primeiros meses de vida do Murilo não foram como de outras crianças. Ele só saía de casa para atividades essenciais, como ir ao pediatra. “Sentimos muita falta de estar perto da família e amigos, e poder apresentar ele”, conta.

Imunização de grávidas e puérperas

Em abril de 2021, o Ministério da saúde incluiu gestantes e mulheres no período de pós-parto no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19.

Isadora se vacinou no pós-parto, no dia 10 de maio e revela que, além do alívio de receber a vacina, também pôde comemorar a possibilidade de imunizar o filho através do leite materno. Contudo, relembra que muita dor poderia ter sido evitada, caso houvesse maior celeridade na compra e distribuição da vacina.

“Veio um misto de sensações em saber que meu avô poderia ter se vacinado, que alguns amigos que também foram vítimas da Covid-19 também poderiam ter se vacinado. Enfim, senti uma mistura de alívio, revolta e alegria”, diz em entrevista ao G1.

Isadora se vacinou no pós-parto, dia 10 de maio. — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Isadora se vacinou no pós-parto, dia 10 de maio. — Foto: Redes Sociais/Reprodução

De acordo com o painel de vacinação da Prefeitura de Porto Velho, 1.968 grávidas tomaram a primeira dose e apenas 15 a segunda. Com relação às puérperas, 648 tomaram a primeira dose e quatro a segunda.

Mais mortes que nascimentos

De janeiro a 30 de junho de 2021, Porto Velho registrou mais mortes por Covid-19 do que nascimentos. Desde o início da pandemia, 6.287 pessoas morrem por Covid-19 no Estado, sendo que 2.430 foram em Porto Velho.

Ainda nos seis primeiros meses de 2021, os óbitos registrados são maiores do que todo o ano de 2020.

Mortes Covid-19 por Covid-19 em Porto Velho, em 2021

MêsQuantidade de óbitos
Janeiro132
Fevereiro239
Março548
Abril309
Maio133
Junho59
Total1420

Fonte: Semusa/Porto Velho

Serviços oferecidos em Porto Velho para mamães

Em Porto Velho são oferecidos gratuitamente, o acompanhamento em todo período gestacional e pós-parto com profissionais obstetras, enfermeiros, psicólogos, pediatras, fisioterapeutas e nutricionistas, através do Centro Integrado Materno Infantil (CIMI) e o Centro de Referência em Saúde da Mulher (CRSM).

Além disso, também existe um projeto de orientação para o aleitamento materno e doação de leite. Desde maio deste ano, a Prefeitura também distribui de kit enxoval na maternidade municipal.

O CIMI e o CRSM estão localizados ao lado da Maternidade Municipal Mãe Esperança, na Rua Venezuela, bairro Embratel.

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *