Empresas são pressionadas por investidores sobre o uso de tecnologia de reconhecimento facial

Empresas são pressionadas por investidores sobre o uso de tecnologia de reconhecimento facial

Amazon e Facebook, entre outras empresas que desenvolvem e utilizam tecnologia de reconhecimento facial, estão sendo instados por um grupo de 50 investidores com mais de US $ 4,5 trilhões a fazê-lo de forma ética.

Dada a ausência de acordo dos identificados, o grupo, liderado pela gestora de ativos Candriam, parte europeia da corporação americana New York Life, afirmou em comunicado que a tecnologia pode infringir os direitos de privacidade de um indivíduo. E que freqüentemente não há supervisão formal.

Ativistas de direitos humanos afirmam que a tecnologia de reconhecimento facial, frequentemente usada para desbloquear telefones celulares e verificar contas bancárias, pode ser usada por governos para seguir indivíduos e perseguir dissidentes políticos.

A organização investidora disse que iniciará um contrato de dois anos com empresas que produzem ou utilizam tecnologia de reconhecimento facial, incluindo AmazonFacebook, Alibaba e Huawei, entre outras.

No mês passado, a Amazon anunciou que estava estendendo a proibição do uso de sua tecnologia de reconhecimento facial pela polícia. Organizações de direitos civis alertaram que sua aplicação errônea pode levar a prisões injustas.

De acordo com uma pesquisa divulgada em março pela Candriam, a indústria de tecnologia de reconhecimento facial deve se expandir para quase US $ 10 bilhões até 2020.

A British Aviva Investors, a Royal London Asset Management, a canadense BMO Global Asset Management, a Dutch NN Investment Partners e a Norwegian KLP estão entre as que aderiram ao projeto.

Por causa de sua “intrusão profunda e não democrática” na vida privada das pessoas, a autoridade de privacidade da União Europeia decidiu em abril que a tecnologia deveria ser proibida na Europa.

Fonte: Mixrondonia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *