Estado de Rondônia recebe 35.330 doses de vacinas da Janssen contra a covid-19

Estado de Rondônia recebe 35.330 doses de vacinas da Janssen contra a covid-19

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), recebeu duas novas remessas contendo 35.330 doses de vacinas contra covid-19, sendo 24.400 doses de Coronavac e 10.900 doses da vacina Janssen, para a imunização da população conforme delineado no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação (PNO).

O Ministério da Saúde (MS) incorpora a vacina Janssen (Johnson & Johnson) em seus calendários de distribuição a partir de agora, com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária concedendo autorização provisória para uso emergencial (Anvisa).

Em coletiva de imprensa na Central Estadual de Rede de Frios, em Porto Velho, o secretário de Estado da Saúde Fernando Máximo enfatizou que a vacina Janssen é a única no Brasil com esquema de vacinação de dose única até o momento. Com isso, ele acredita que as 10.900 doses representam 10.900 pessoas inoculadas em todo o estado, não apenas em Porto Velho.

“Essa vacina tinha vencimento em 27 de junho, mas os técnicos da ANVISA avaliaram e prorrogaram o prazo até 8 de agosto, desde que a vacina fosse mantida na temperatura certa de 2 a 8 graus Celsius. A Anvisa já registrou a vacina como emergência, e essas doses serão entregues a todos os municípios.

Este é o primeiro lote de vacinas Janssen, que fazem parte de um contrato entre o governo federal e a indústria farmacêutica por 38 milhões de doses. A vacina Janssen será destinada ao grupo prioritário de pessoas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente, de acordo com a 27ª agenda de distribuição da estratégia nacional para a operacionalização da imunização contra o covid-19, e a aplicação será em dose única.

As 24.400 doses do Coronavac [Butantan] serão administradas em duas doses, conforme protocolo sanitário, ao público prioritário de trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros urbanos e de longa distância, trabalhadores de ensino superior, trabalhadores de educação básica, segurança e forças de resgate e forças armadas.

Maximo afirmou ainda que a distribuição da vacinação é proporcional ao público-alvo traçado no Plano Operacional Nacional do Ministério da Saúde (PNO). “A vacinação é distribuída com base no percentual de pessoas dos grupos prioritários, e não na população total do estado. O público-alvo é proporcional à distribuição. ”

O secretário pediu aos municípios que agilizem o processo de imunização. “Gostaria de aproveitar a ocasião para instar as prefeituras e as agências locais de saúde a vacinarem seus moradores o mais rápido possível. Infelizmente, algumas prefeituras arrecadaram fundos, então isso não será possível. ”

Rondônia acumula 839.728 doses de vacinas contra o covid-19 adquiridas pelo Ministério, graças às dosagens de Janssen e Coronavac. São realizadas reuniões semanais com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde para definição da distribuição (Conasems).

Outras 16.380 doses da Pfizer devem chegar na sexta-feira (25), segundo o secretário.

Fonte: Mixrondonia.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *