Estado de Rondônia recebe nova remessa com 53.750 doses de vacinas

Estado de Rondônia recebe nova remessa com 53.750 doses de vacinas

Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), recebeu outra remessa de vacinas contra covid-19 do Ministério da Saúde (MS) no último domingo (20), incluindo 53.750 doses de imunizantes. AstraZeneca. Com essa carga, Rondônia passa a ter um total de 804.428 doses de vacinas para imunização.

Segundo o diretor-executivo da Agevisa, Edilson Batista, o carregamento será utilizado para completar o esquema de vacinação com a aplicação da segunda dose a integrantes da Força de Segurança e Resgate e das Forças Armadas, além de pessoas de 60 a 64 anos, de acordo com os critérios utilizados para identificar o público-alvo da campanha de vacinação contra o vírus C (PNO).

Edilson Batista também enfatizou a necessidade das prefeituras incorporarem os dados de vacinação em seus sistemas para estimular e garantir a abertura. “Pedimos aos secretários e prefeitos locais que avancem com a vacinação o mais rápido possível, pois é a única forma de salvar vidas. Continuaremos nossa dura luta para imunizar a população e pedimos que assim que as prefeituras recebam essas doses, comecem a administrar a vacina ao público em geral ”, solicitou.

Os parâmetros de distribuição das vacinas nas cidades são determinados de acordo com o calendário nacional de vacinação, segundo o diretor executivo da Agevisa. “Desta vez, as doses serão entregues nas seguintes quantidades para cada Região de Saúde: Ji-Paraná, 11.840 doses; Cacoal, 5805 doses; Vilhena, 4.980 doses; Ariquemes, 7825 doses; Rolim de Moura, 5.595 doses; e Porto Velho, 17.705 doses.

O Governo de Rondônia manteve sua política de fornecer rapidamente doses de vacinas aos municípios para cumprir o calendário de imunização aprovado e dar transparência aos esforços de vacinação por meio do Portal Covid. De acordo com a previsão, Rondônia receberá novos lotes de vacinas todas as semanas, que depois serão distribuídos para as cidades.

Fonte: Mixrondonia com informações de Assessoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *