Estudo revela que as Vacinas da Pfizer e Moderna produzem imunidade de longa duração

Estudo revela que as Vacinas da Pfizer e Moderna produzem imunidade de longa duração

De acordo com um estudo publicado na revista Nature, as vacinas Pfizer e Moderna são eficazes contra Covid-19 por um longo tempo. Flavio da Fonseca, presidente da Sociedade Brasileira de Virologia, disse que a pesquisa traz “ótimas notícias” em entrevista à imprensa nesta quarta-feira (30).

Segundo o virologista, havia “certa ansiedade”, corroborada por outros estudos, de que o número de anticorpos criados pela vacinação tenderia a cair com o tempo – ou possivelmente desaparecer totalmente.

“Mesmo depois que os anticorpos parecem ‘desaparecer’, as células permanecem ativas; ficam guardados na garagem como um carro e, se a pessoa se infectar novamente, voltam a fabricar anticorpos ”, explica.

A duração da resposta imune é desconhecida e o estudo foi conduzido durante um período de 12 semanas com um pequeno grupo de pacientes. Mesmo assim, Flavio considera que o resultado é significativo e que deve ser aplicado a todas as vacinas, não apenas às baseadas em RNA, como no caso dos compostos da Pfizer e Moderna.

“A ideia é que, enquanto foi feito com pesquisa de RNA, deveria acontecer também com outras vacinas, porque há células de defesa prontas para operar mesmo quando o nível de anticorpos diminui ou quando não há anticorpos mensuráveis”, disse.

No entanto, como o vírus se adapta e cria variedades que podem escapar da resposta imune, o virologista destacou que o fato de os anticorpos permanecerem mais tempo não exclui uma vacina anual contra Covid-19.

“As pessoas serão protegidas de variantes graves do Covid-19 porque têm imunidade de longa duração”, disse ele, “mas novas doses serão necessárias para retreinar o sistema imunológico”.

Fonte: Mixrondonia.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *