Fiocruz emite laudo afirmando que vacinas podem ser usadas normalmente em Guajará-Mirim

Fiocruz emite laudo afirmando que vacinas podem ser usadas normalmente em Guajará-Mirim

Segundo estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), as vacinas contra covid-19 que ficavam armazenadas no Núcleo de Vigilância Sanitária, Epidemiológica e Ambiental – NUVEPA de Guajará-Mirim estão em boas condições e podem ser utilizadas.

Mais de 4.000 doses de imunizantes das marcas AstraZeneca e Coronavac seriam utilizadas na vacinação de moradores da cidade e comunidades indígenas da região. No entanto, em 16 de maio, o freezer do imunizador sofreu uma queda significativa de temperatura que durou várias horas.

De acordo com o boletim de ocorrência, a tentativa de furtar a fiação elétrica do local resultou no desligamento do disjuntor do freezer.

Segundo relatos, a Prefeitura de Guajará-Mirim isolou determinadas dosagens para a Fiocruz após a ocorrência para que pudessem ser examinadas em relação ao estado de conservação e em contextos de base populacional.

Nesse ínterim, a vacinação contra covid-19 foi suspensa em Guajará-Mirim enquanto se aguardam os resultados dos testes de imunização.

O resultado do teste confirmou que a qualidade das vacinas não foi prejudicada e que estavam em excelente condições para serem administradas. Eles agora podem ser utilizados, pois foram preservados em boas condições até a divulgação do relatório.

Neste momento, apenas está prevista a posição da Agevisa, em termos dos grupos a serem vacinados e locais de imunização para dar continuidade à vacina. Fonte: Mixrondonia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *