Fotos de mulheres ensanguentadas não tem relação com manifestações contra Bolsonaro?

Fotos de mulheres ensanguentadas não tem relação com manifestações contra Bolsonaro?

Circula pelas redes sociais uma galeria de vídeos e imagens que mostram, entre outras coisas, mulheres com o rosto ensanguentado. A legenda que acompanha a galeria diz que os registros teriam sido feitos nas manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no último sábado (3). Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

Resumo das manifestações.

PT/PCO = Bateu

PSDB = Apanhou

PDT = Apanhou

Frente ampla contra Bolsonaro tem futuro hein!”
Legenda da imagem que, até as 15h do dia 06 de julho de 2021, foi compartilhado com 600 pessoas no FacebookFALSO

A foto analisada pela Lupa é antiga e não tem relação com as manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deste último sábado (3). Na verdade, o registro é de março de 2018 e mostra a professora Luciana Xavier, que foi ferida em São Paulo ao participar de uma manifestação contra as mudanças da previdência social dos servidores municipais. 

Durante o protesto, houve confusão entre os servidores e a guarda civil metropolitana. Segundo reportagens, Luciana, identificada na imagem, quebrou o nariz após ser atingida por um cassetete. “Sou uma trabalhadora, fui me manifestar pelos meus direitos e saí jorrando sangue”, disse a professora.


Resumo das manifestações.

PT/PCO = Bateu

PSDB = Apanhou

PDT = Apanhou

Frente ampla contra Bolsonaro tem futuro hein!

Legenda da imagem que, até as 15h do dia 06 de julho de 2021, foi compartilhado com 600 pessoas no Facebook

FALSO

A imagem analisada pela Lupa é antiga. A fotografia foi feita em fevereiro de 2019 e não tem relação com os protestos recentes contra Bolsonaro. Reportagens divulgadas na época apontam que a mulher na foto é a professora Lidiane Brito, que foi acertada por cassetetes enquanto estava participando de um protesto em São Paulo contra a reforma da previdência municipal. 

A agressão foi registrada em um vídeo divulgado pelo site Ponte Jornalismo. Na gravação, é possível ver que os agentes de segurança utilizaram cassetetes para bater em mulheres. “Fui pedir para um dos policiais socorro e ele falou para pedir nas viaturas. Nenhuma das viaturas quis me socorrer, mandaram passar no Pérola Byington, mas eles não atendem esse tipo de situação, só mulheres que foram vítimas de violência sexual. Fomos andando até o HSPM, fui socorrida pelos meus colegas manifestantes”, disse Lidiane.


Resumo das manifestações.

PT/PCO = Bateu

PSDB = Apanhou

PDT = Apanhou

Frente ampla contra Bolsonaro tem futuro hein!”
Legenda da imagem que, até as 15h do dia 06 de julho de 2021, foi compartilhado com 600 pessoas no Facebook

VERDADEIRO

O vídeo compartilhado no Facebook mostra o momento em que manifestantes do PCO agridem manifestantes do PSDB durante ato na Avenida Paulista contra o presidente Jair Bolsonaro, que ocorreu no último sábado (3). A gravação foi feita pelo repórter Ivan Martínez, do Globo, que estava cobrindo o protesto. Além disso, o portal UOL também divulgou um outro vídeo do episódio que mostra o final da briga. 


Resumo das manifestações.

PT/PCO = Bateu

PSDB = Apanhou

PDT = Apanhou

Frente ampla contra Bolsonaro tem futuro hein!”
Legenda da imagem que, até as 15h do dia 06 de julho de 2021, foi compartilhado com 600 pessoas no Facebook

VERDADEIRO

A imagem analisada pela Lupa mostra uma bandeira do PSDB que foi queimada pelo PCO durante manifestação contra Bolsonaro do último sábado (3). O registro foi divulgado pelo repórter Guilherme Caetano, do Globo. 


Resumo das manifestações.

PT/PCO = Bateu

PSDB = Apanhou

PDT = Apanhou

Frente ampla contra Bolsonaro tem futuro hein!”
Legenda da imagem que, até as 15h do dia 06 de julho de 2021, foi compartilhado com 600 pessoas no Facebook

VERDADEIRO

A imagem analisada pela Lupa foi tirada no último sábado (3) durante a manifestação contra o presidente Jair Bolsonaro que aconteceu em São Paulo. O registro foi publicado no perfil do Twitter do Partido da Causa Operária (PCO). 

Essas imagens também foram verificadas pelo Aos Fatos. 

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de Lupa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *