Ganha mais visibilidade os projetos e ações do agronegócio em Rondônia

Ganha mais visibilidade os projetos e ações do agronegócio em Rondônia

Quase todas as entidades de Rondônia que atuam diretamente na agricultura aderiram ao programa Inova Agro, que visa integrar todas as atividades de Rondônia em cadeias produtivas prioritárias.

A Inova Agro nasceu no Sebrae de Rondônia, mas cresceu rapidamente para incluir Seagri, Emater, Idaron, Embrapa, Mapa, Banco do Povo, Banco do Brasil, Caixa, Banco da Amazônia, Ceplac, Sescoop / RO, Senar / Faperon e irá em breve colherá os benefícios deste trabalho colaborativo.

O Programa Inova Agro atuará em uma vertente com o objetivo de mobilizar e integrar iniciativas institucionais nas Cadeias Produtivas Prioritárias de Rondônia, otimizando os recursos financeiros, econômicos e técnicos, e gerando resultados diretos para o desenvolvimento e crescimento econômico do estado, no âmbito das oportunidades na agricultura e pecuária, por meio do empreendedorismo rural.

“Instituições que atuam nas diversas cadeias de valor e são responsáveis por promover o crescimento e o desenvolvimento socioeconômico e ambiental de Rondônia, ao se conectar, são inúmeros os ganhos que se refletem na melhoria do desempenho das atividades dos produtores e dos empreendimentos rurais, principalmente familiares agropecuária ”, afirma Samuel Almeida, diretor técnico do Sebrae.

O Inova Agro será lançado em cerimônia híbrida no dia 22 de julho, às 10h, e será veiculado no canal oficial do Sebrae em Rondônia no YouTube (www.sebrae.ro/youtube), proporcionando uma grande oportunidade para o setor produtivo, principalmente municipal secretários de agricultura, meio ambiente e empreendedores rurais, para conhecer as iniciativas que estão sendo desenvolvidas por cada entidade em favor de do setor.Saiba mais sobre as ações do Sebrae no Agronegócio: acesse o site www.sebrae.ro ou ligue gratuitamente para 0800 570 0800. Você também pode acessar o Sebrae pelo WhatsApp, pelo mesmo número.Siga o Sebrae em Rondônia nas redes sociais: Instagram, Facebook, Twitter, LinkedIn e YouTube.Fonte: Mixrondonia com informações de Assessoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *