Gasolina x etanol: Aprenda a calcular qual é o mais vantajoso

Gasolina x etanol: Aprenda a calcular qual é o mais vantajoso

A nova alta do preço da gasolina anunciada pela Petrobras levanta mais uma vez a dúvida: vale mais a pena abastecer o carro com álcool ou com gasolina?

Existe uma conta simples que o consumidor pode fazer na hora de decidir. Essa conta considera que o etanol tem, em média, 70% do poder calorífico da gasolina: ou, em outras palavras, o motorista precisa de mais etanol do que de gasolina para rodar a mesma distância. Entenda como fazer a conta mais abaixo.

Como fazer a conta?

Em uma média geral, o uso do etanol deixa de ser vantajoso em relação à gasolina quando o preço do derivado da cana-de-açúcar representa mais de 70% do valor da gasolina.

Na bomba, para saber qual vale mais a pena, o motorista deve multiplicar o valor do litro da gasolina por 0,7. Se o valor resultante for menor que o do litro do etanol, é melhor abastecer com gasolina. Se for maior, o etanol é a melhor opção.

Então:

  • Multiplique o valor do litro da gasolina por 0,7
  • Se o resultado for menor que o valor do litro do etanol: gasolina é a melhor opção
  • Se o resultado for maior que o valor do litro do etanol: etanol é mais vantajoso

Ou, em ‘matematiquês’:

  • Gasolina x 0,7
  • Se resultado < etanol, então escolha gasolina
  • Se resultado > etanol, escolha etanol

E qual vale a pena hoje?

Na média nacional, os dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP) davam um ‘nariz’ de vantagem à gasolina na semana passada.

Isso porque o litro da gasolina estava custando em média R$ 6,577 nos postos do país, enquanto o do etanol saía a R$ 4,615. Multiplicando o preço da gasolina por 0,7, o resultado é 4,6039 – um pouco abaixo do valor do litro do etanol.

Mas os preços variam muito entre os postos de gasolina e entre os estados do país – portanto, é preciso ver qual a situação dos preços na sua cidade.

Em Santa Maria (RS), por exemplo, a ANP registrou a gasolina mais cara do país na semana passada, a R$ 7,859. Na cidade, o etanol mais barato foi encontrado a R$ 6,599. Por lá, a gasolina ainda valia a pena: apesar do preço alto, multiplicada por 0,7 o resultado é de 5,5013 – bastante abaixo dos R$ 6,599 do etanol mais barato.

Já a cidade de Bauru, no interior de São Paulo, tinha o litro do etanol mais barato do país a R$ 3,770. Por lá, a gasolina mais cara foi encontrada a R$ 6,399 – e, apesar de mais barata que a de Santa Maria, era menos vantajosa que o álcool combustível (já que gasolina x 0,7 = 4,4793, valor maior que o do etanol).

E com a nova alta?

Com a alta da gasolina anunciada nesta quinta-feira, a tendência é que o etanol passe a ser mais vantajoso em grande parte do país.

Mas vale a orientação: faça as contas no posto onde você for abastecer!

Como fazer as contas para o seu carro em específico?

Os cálculos acima levam em conta uma média de consumo encontrada entre os veículos. O ideal é levar em conta o rendimento dos dois combustíveis no seu carro.

Para fazer o cálculo mais preciso, anote quantos quilômetros o seu carro faz com um litro de gasolina, e quanto faz com um litro de álcool.

Em seguida, divida o resultado do etanol pelo da gasolina. O resultado deve ser trocado pelo 0,7 da conta lá de cima.

Exemplos:

Exemplo 1

  • Carro faz 10 km com 1 litro de gasolina
  • E 7 km com 1 litro de etanol
  • Então 7/10 = 0,7

Nesse caso, vale a conta original: multiplique o valor da gasolina por 0,7 e, se ficar abaixo do preço do etanol, vale a pena a gasolina.

Exemplo 2

  • Carro faz 14 km com 1 litro da gasolina
  • E 7 km com 1 litro de etanol
  • Então 7/14 = 0,5

Nesse caso, o valor da gasolina deve ser multiplicado por 0,5 e, se ficar abaixo do preço do etanol, vale a pena a gasolina.

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.