Governador Marcos Rocha tem até segunda (28) para evitar fechamento dos quartéis em RO

Governador Marcos Rocha tem até segunda (28) para evitar fechamento dos quartéis em RO

As militares organizaram um acampamento prévio para a manhã da próxima segunda-feira (28) em frente aos quartéis e batalhões da Polícia Militar de Rondônia, no qual exigem posicionamento do Governo do Estado sobre proposta de aumento salarial aceitável para a categoria.

A data escolhida corresponde a um prazo estipulado em reunião para a equipe do governador Marcos Rocha (Sem partido) entregar uma agenda satisfatória, caso contrário as mulheres do acampamento bloquearão a entrada dos batalhões, paralisando efetivamente boa parte da atividade da Polícia Militar.

A equipe financeira do Governo de Rondônia deixou bem claro para a imprensa que, devido à prudência fiscal do Estado, não teria condições de atender de imediato aos pedidos apresentados pela comissão de cônjuges.

De acordo com o Projeto de Lei nº 4.781, promulgado em 27 de maio de 2020, um aumento de 8% entrará em vigor em janeiro de 2022. No entanto, esse aumento é insuficiente para impedir que cônjuges de policiais decidam pelo fechamento dos batalhões.

Entre 2014 e agora, a disparidade salarial entre policiais e bombeiros militares foi de cerca de 50% para esposas de policiais.

“Preparadas para tudo! Lembrando que se eles não podem, nós podemos! Governador Marcos Rocha, devolva o que é nosso de direito! Anunciou em comunicado público, a Comissão das Esposas da PM e BM-RO.

Será impossível evitar uma nova manifestação se a proposta do Governo não incluir pelo menos um projeto de recomposição salarial compatível com o que a categoria espera.

Fonte: Mixrondonia.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *