Grávida infectada é a primeira morte relacionada comà variante delta no Brasil

Grávida infectada é a primeira morte relacionada comà variante delta no Brasil

No último domingo, o Ministério da Saúde apurou que uma gestante japonesa que chegou a Apucarana, no norte do Paraná, foi a primeira pessoa a morrer com o diagnóstico da variante delta (B.1.617), descoberto na Índia.

Antes de vir para o Brasil, a grávida japonesa de 42 anos fez o teste RT-PCR, que deu negativo para covid-19. A mulher começou a apresentar sintomas respiratórios no dia 7 de abril, dois dias depois de desembarcar no país, e fez novo exame, que deu positivo.

Ela foi internada em 15 de abril e teve que passar por uma cesariana de emergência em 18 de abril devido à piora dos sintomas, mas morreu logo após o procedimento. A criança foi internada no hospital em 18 de junho após nascer prematuro com 28 semanas. O resultado do seu teste covid-19 foi negativo.

O bebê está saudável, segundo a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa), e o município continua acompanhando. O resto da família da grávida goza de boa saúde.

A filha, de 71 anos, primeira instância comprovada da variedade delta no estado, era amiga íntima da grávida, segundo Sesa, e confirmou que a visitou no dia 7 de abril.

A mulher que visitou a grávida também tinha o quadro, mas fez exame de antígeno e, segundo a secretaria, não foi possível fazer a análise genética para determinar a variante. Covid-19 foi encontrado em uma mulher idosa, seu marido de 74 anos e seu filho de 58 anos após essa interação. O filho do casal morreu no dia 17 de maio em consequência das complicações da doença.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Apucarana, outros 22 familiares da idosa deram positivo para a doença. A Sesa disse que realizou testes de DNA em dois membros da família e aguarda os resultados. Ele afirmou ainda que esses indivíduos estão sendo vigiados pela prefeitura.

Fonte: Mixrondonia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *