Holandesa sofre queda, se levanta e vence eliminatória dos 1.500m em Tóquio

Holandesa sofre queda, se levanta e vence eliminatória dos 1.500m em Tóquio

A sessão da manhã desta segunda do atletismo dos Jogos Olímpicos de Tóquio teve uma cena inusitada com final digno de cinema. A holandesa Sifan Hassan corria uma das eliminatórias dos 1.500m feminino quando tropeçou na queniana Edina Jebitok com 400m de prova. As duas se enroscaram e Sifan foi ao chão. Só que ela ainda se levantou a tempo de voltar a correr, ultrapassar diversas concorrentes e cruzar a linha de chegada em primeiro.

Sifan Hassan venceu a prova com o tempo de 4min05s17, seguida pela australiana Jessica Hull, com 4min05s28. As demais classificadas foram a americana Elinor St Pierre (4min05s34), a italiana Gaia Sabbatini (4min05s41), a etíope Lemlem Hailu (4min05s49) e a tcheca Diana Mezulianikova (4min05s49).

Edina Jebitok terminou em 12° com 4min10s72e acabou eliminada. Terminada a prova, diversas corredoras foram cumprimentar Sifan Hassan pela vitória. A semifinal dos 1.500m acontece na quarta-feira a partir das 7h. A final será na sexta, às 9h50.

Confira a sequência de fotos do acidente:

Sifan Hassan tromba com Edina Jebitok e as duas caem — Foto: Reuters

Sifan Hassan tromba com Edina Jebitok e as duas caem — Foto: Reuters

Holandesa tenta se levantar rapidamente — Foto: Reuters

Holandesa tenta se levantar rapidamente — Foto: Reuters

Atleta ficou no chão por poucos segundos — Foto: Reuters

Atleta ficou no chão por poucos segundos — Foto: Reuters

Sifan Hassan retorna a prova e ainda mantém a liderança — Foto: Lucy Nicholson/Reuters

Sifan Hassan retorna a prova e ainda mantém a liderança — Foto: Lucy Nicholson/Reuters

E cruza a linha de chegada em primeiro — Foto: Reuters

E cruza a linha de chegada em primeiro — Foto: Reuters

Sifan Hassan é parabenizada pela australiana Jessica Hull — Foto: Lucy Nicholson/Reuters

Sifan Hassan é parabenizada pela australiana Jessica Hull — Foto: Lucy Nicholson/Reuters

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *