Homens fazem parte da maioria dos mortos por covid-19 em Rondônia

Homens fazem parte da maioria dos mortos por covid-19 em Rondônia

m Rondônia, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) apresentou nesta terça-feira (20) estatísticas mostrando a evolução da covid-19 no sexo masculino e acima de 60 anos.

Desde o início da pandemia, inúmeros estudos publicados nas publicações científicas de maior prestígio em todo o mundo concluíram que os idosos são mais propensos a se tornarem vítimas do coronavírus, devido à sua situação de saúde frágil, o que facilitou a propagação do vírus.

Pessoas de 60 a 69 anos eram a faixa etária mais afetada pelo coronavírus, de acordo com a pesquisa da plataforma E-Sus, e lideravam essa lista sombria. Este grupo teve um total de 1.486 mortes.

Pessoas de 70 a 79 anos aparecem na segunda posição na classificação etária como aquelas que mais morreram de problemas induzidos por covid-19. Segundo a Sesau, foram 1.379 mortos no total.

Aqueles com idades entre 50 e 59 foram o terceiro grupo mais afetado. Com 1.157 mortes, o número ultrapassa a marca dos mil.

Homens fazem parte da maioria dos mortos por covid-19 em Rondônia
Homens fazem parte da maioria dos mortos por covid-19 em Rondônia

Pessoas na casa dos 40 anos foram o quarto grupo na curva decrescente com o maior número de fatalidades de covid-19. Desde o início da epidemia, 725 pessoas morreram.

Os homens foram os que mais morreram em decorrência do covid-19, segundo Sesau. Houve 3.590 homens (58,2%) e 2.582 mulheres (41,8%) no total de óbitos.

Desde a primeira fatalidade documentada, covid-19 já custou a vida a 6.295 pessoas em Rondônia.

Fonte: Mixrondonia com informações de Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *