Índia registra 379 mil casos de Covid em 24 h e leva mundo a novo recorde diário de infectados

Índia registra 379 mil casos de Covid em 24 h e leva mundo a novo recorde diário de infectados

Índia registrou nesta quarta-feira (29) mais um recorde mundial de novos casos de Covid-19 — o sétimo nos últimos oito dias — e levou o mundo a passar pela primeira vez dos 900 mil infectados em apenas 24 horas.

Foram 379.308 novos casos no país e 904.893 no mundo, que superaram o recorde anterior de 899.755 infectados registrados no dia 22, apontam dados do governo indiano e do “Our World in Data”, projeto ligado à Universidade de Oxford.

A Índia foi responsável por 42% de todos os novos casos do planeta.

O país registrou também um novo recorde nacional de mortes (3.645), pelo quarto dia foi a nação com maior número de óbitos do mundo e, sozinho, responde por 23% de todas as vítimas da Covid-19 do planeta nas últimas 24 horas.

São 2,45 milhões de infectados e mais de 20 mil mortes por Covid-19 no país só nos últimos sete dias. Atualmente, tem 18,3 milhões de casos confirmados, atrás apenas dos Estados Unidos (32,2 milhões) e 204 mil óbitos, atrás de EUA (574 mil), Brasil (398 mil) e México (215 mil).

Índia passa por um colapso em seu sistema de saúde e também funerário em meio à explosão de casos e mortes por Covid-19 causadas pela segunda onda.

Hospitais estão lotados e sofrem com falta de oxigênio e remédios. Pessoas aguardam por leitos em ambulâncias, em carros particulares e até na rua. Sem atendimento, muitos morrem em casa.

Crematórios e cemitérios não conseguem atender à quantidade de mortes, e o número de funerais sob os protocolos da Covid-19 são muito maiores do que os balanços oficiais do governo.

Desesperados em meio ao caos sanitário, parentes recorrem ao mercado negro para comprar oxigênio e remédios e sofrem com preços exorbitantes e golpes.

A comunidade internacional se mobilizou para ajudar o país. O primeiro carregamento de ajuda médica britânica, com 100 ventiladores e 95 concentradores de oxigênio, chegou a Delhi na terça-feira (27). França, Canadá e Estados Unidos, entre outros, também anunciaram sua presença.

Parentes lamentam a morte de paciente de Covid-19 do lado de fora de hospital em Ahmedabad, na Índia, em 27 de abril de 2021 — Foto: Ajit Solanki/AP

Parentes lamentam a morte de paciente de Covid-19 do lado de fora de hospital em Ahmedabad, na Índia, em 27 de abril de 2021 — Foto: Ajit Solanki/AP

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *