Inglaterra vacinou quase 25% da população adulta; Brasil, cerca de 7%?

Inglaterra vacinou quase 25% da população adulta; Brasil, cerca de 7%?

Circula nas redes sociais que, no dia 21 de abril, mais pessoas tinham recebido a segunda dose da vacina contra Covid-19 no Brasil do que na Inglaterra. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

print_vacinacao_inglaterra_brasil

“O Brasil ultrapassou a Inglaterra em aplicações da segunda dose de vacinas contra a covid-19.”

Texto de publicação que até 27 de abril de 2021, às 10h46, havia sido compartilhado por 416 pessoas no Facebook

VERDADEIRO, MAS

A informação analisada pela Lupa é verdadeira, mas exige contextualização. Embora o número absoluto de vacinas aplicadas seja, neste momento, maior no Brasil, considerando a população de ambos os países, a vacinação está consideravelmente mais avançada na Inglaterra e no resto do Reino Unido. 

Em 21 de abril, data citada no post, 9.346.865 pessoas estavam completamente vacinadas na Inglaterra. Isso corresponde a 21,1% da população com mais de 18 anos no país, segundo site oficial do governo do Reino Unido. Em 26 de abril, data mais recente com dados disponíveis, eram 11.041.619, ou 24,9% da população adulta. Nos outros países que compõem o reino, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, a vacinação está em patamar semelhante. 

Já no Brasil, 10.577.429 de pessoas estavam completamente vacinadas em 21 de abril, segundo o Ministério da Saúde. Contudo, isso representa somente 6,45% da população com mais de 18 anos do país — 164 milhões de pessoas, segundo estimativa do IBGE. No dia 26, esse número tinha subido para 11.727.091, ou 7,1%.

Além disso, no momento, a situação da Inglaterra é bem menos grave que a do Brasil. Na data citada no post, 21 de abril, 20 mortes por Covid-19 foram registradas no país. Aqui, foram 3.472.

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de Lupa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *