Jogadores brasileiros em Kiev embarcam em trem para Chernivtsi

Jogadores brasileiros em Kiev embarcam em trem para Chernivtsi

Os jogadores brasileiros que estavam abrigados num bunker em um hotel de Kiev já embarcaram no trem rumo a cidade de Chernivtsi, no Oeste da Ucrânia. De lá, pegarão outro trem para Romênia. O fisioterapeuta Luciano Rosa publicou no Instagram um vídeo que mostra parte do grupo em um trem.

O empresário Will Dantas disse que recebeu uma ligação do jogador Pedrinho falando que já estava no trem. “O Pedrinho acabou de me ligar que eles conseguiram sair e estão dentro de um trem tentando sair do país. Rezem para que dê tudo certo.”

Os atletas do Shakhtar e Dínamo, junto com seus familiares e outros brasileiros, saíram em um comboio de carros próprios rumo a uma estação de trem localizada a aproximadamente dois quilômetros do Opera Hotel na capital ucraniana.

A solução do trem foi proposta pelo Itamaraty, que colocou uma estação em Kiev como ponto de partida e sem a necessidade de comprar bilhetes.

Confira a nota do Itamaraty

“* AVISO IMPORTANTE – POSSIBILIDADE DE PARTIDA DE KIEV *

Haverá HOJE trem que partirá às 22:00 da Estação Central de Kiev (Залізничний вокзал Київ / Voksal) com destino à cidade de Chernivtsi, no oeste do país.

Caso considerem que a situação de segurança em suas localidades o permita, cidadãos brasileiros e latino-americanos registrados junto à Embaixada poderão dirigir-se à estação (link com localização abaixo). Não é necessário comprar bilhetes. A chefia da estação está avisada do assunto, e buscará atender os cidadãos brasileiros e latino-americanos. Sugere-se que os interessados cheguem com antecedência.

A situação de segurança e de disponibilidade de transporte na cidade é instável e sujeita a mudanças repentinas, de modo que não é possível garantir a partida ou lugares suficientes. Prioridade deverá ser dada a mulheres, crianças e idosos. Viajantes que tenham sucesso em partir com o trem deverão ter em conta relevantes dificuldades na chegada, onde há problemas com a falta de hospedagem, transporte para a fronteira, bem como longas filas na imigração.

Os cidadãos que decidirem escolher essa viagem o farão por conta e risco próprio. A embaixada terá condições mínimas de prestar ajuda durante o trajeto até a fronteira com a Romênia, embora esteja sendo negociada a possibilidade de que o Conselho Regional de Chernivtsi ofereça transporte até a fronteira.

A embaixada do Brasil em Bucareste informará às autoridades romenas os nomes e números de documento de todos aqueles que embarcarem no trem, com vista a assegurar, na medida do possível, que os trâmites para entrada na Romênia sejam expeditos. A embaixada em Bucareste tentará, ainda, contratar ônibus para trasladar os cidadãos brasileiros até a capital romena.

Solicita-se a todos que se mantenham atentos às comunicações neste canal (Telegram e Facebook) para possíveis mudanças de planos.

Os cidadãos e seus familiares devem estar munidos de documentos de viagem ou identificação. Sendo esta uma evacuação de emergência, os passageiros devem carregar consigo apenas o essencial”.

Em um primeiro momento, os brasileiros se negaram a pegar o trem alegando falta de segurança. Mas diante da situação complicada no hotel (comida acabando, internet com falhas, entre outros problemas), resolveram deixar o local, onde estavam refugiados desde a invasão russa iniciada na última quinta-feira.

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.