Mais de 40% dos contratados no mês de julho foram para o setor do comércio em RO

Mais de 40% dos contratados no mês de julho foram para o setor do comércio em RO

O setor do comércio foi o que mais garantiu novas carteiras assinadas em Rondônia no mês de julho deste ano, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Das 11.791 contratações do mês, 5.026 foram para o comércio, representando 42,6% do todo.

O setor, apesar de ter o maior número de demitidos, também foi o que teve o maior saldo – a diferença entre admissões e desligamentos. Mesmo com 3.930 pessoas tendo sido desligadas das empresas, o comércio ainda terminou o mês com 1.096 mais contratados.

Em segundo lugar no ranking entra o setor de serviços, com 3.670 admissões e um saldo final de 696 postos de trabalho. Em último lugar ficou a agropecuária, que foi o que menos demitiu, mas também o que menos contratou, terminando com um saldo de apenas 114 novos empregados na área.

Admissões e desligamentos em Rondônia

SetoresAdmissõesDesligamentosSaldo
Comércio5.0263.9301.096
Serviços3.6702.974696
Indústria1.9821.686296
Construção829662167
Agropecuária284170114
Total11.7919.4222.369

Fonte: Caged

Em comparação com os meses anteriores, julho foi o segundo com o maior número de novos postos de trabalho criados, atrás apenas do mês de junho, que teve um saldo 2.792 novos empregos.

Janeiro foi o pior mês do ano até então, com apenas 608 novos empregos em todo o estado. Nenhum mês deste ano teve um saldo negativo de empregos.

Dos novos contratados, 1.650 tinham o ensino médio completo e 1.594 tinha entre 18 e 24 anos. Na divisão por faixa etária foi percebido uma diminuição de pessoas com idades acima dos 50 anos no mercado de trabalho formal.

Região Norte

Rondônia é o terceiro estado na Região Norte em número de novos empregos criados no mês de julho, atrás de Pará e Amazonas. O estado com o menor número de postos de trabalho criados foi Roraima, com um saldo de 332 empregos.

  1. Pará – 9.224
  2. Amazonas – 7.286
  3. Rondônia – 2.369
  4. Tocantins – 1.606
  5. Acre – 806
  6. Amapá – 794
  7. Roraima – 332

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *