Mais de 7 mil ribeirinhos são vacinados contra Covid-19 com ajuda do barco saúde em Porto Velho

Mais de 7 mil ribeirinhos são vacinados contra Covid-19 com ajuda do barco saúde em Porto Velho

Na capital rondoniense mais de sete mil ribeirinhos são vacinados contra a Covid-19 através do barco saúde. A primeira parada da embarcação foi no distrito de São Carlos, cerca de seis horas navegando a partir de Porto Velho.

O barco tem a estrutura de uma unidade básica e conta com 20 profissionais da saúde e uma equipe do exército. Eles são responsáveis por diversos atendimentos médicos para 13 comunidades ribeirinhas.

O foco da missão é a prevenção à Covid-19, com testagem rápida em pessoas com sintomas e vacinação das pessoas entre 18 e 59 anos. Os idosos já foram imunizados.

“Acho que agora estou prevenido, né? É continuar cuidando de casa, usando máscara, álcool, saindo só se for preciso”, disse Deujean Oliveira, de 20 anos.

Deujean Oliveira, de 20 anos, recebendo vacina  — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

Deujean Oliveira, de 20 anos, recebendo vacina — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

O José Cláudio já teve a doença e sabe a importância da vacina. “Esperei bastante! Graças a Deus que chegou, né? Vou esperar chegar a segunda dose pra fechar de vez”, comentou.

Em comunidades mais distantes, onde o barco saúde não consegue chegar, as embarcações menores, chamadas de voadeiras, dão apoio às equipes.

Em Cavalcante, por exemplo, vivem 80 famílias e todas serão imunizadas contra a Covid. No trajeto os vacinadores encaram trilhas com lama e barrancos.

Em Porto Velho, vacinação de sete mil ribeirinhos é feita por barco — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

Em Porto Velho, vacinação de sete mil ribeirinhos é feita por barco — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

“Exige sacrifício, mas é compensador. Você chega e vê a comunidade atendida como um todo. O cansaço é recompensado perante a satisfação da comunidade quando a gente chega. É o barco da esperança. É a voadeira da esperança”, comemora Maria de Lurdes da Silva, enfermeira e coordenadora do barco.

As equipes vão de casa em casa chamando os moradores para se vacinar. Em algumas comunidades não há energia elétrica convencional e o posto de saúde é construído pela própria comunidade.

Em Porto Velho, vacinação de sete mil ribeirinhos é feita por barco  — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

Em Porto Velho, vacinação de sete mil ribeirinhos é feita por barco — Foto: Rede Amazônica/Reprodução

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *