Mais de 70% da população adulta recebeu a primeira ou dose única da vacina

Mais de 70% da população adulta recebeu a primeira ou dose única da vacina

A Prefeitura de Porto Velho já superou a meta de 70% da população adulta que recebeu pelo menos uma dose da vacina Covid-19. O valor inclui maiores de 18 anos que têm direito a receber as doses de qualquer imunizante disponível, conforme definido pelo Plano Nacional de Imunizações (PNI).

De acordo com balanço da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), até ontem (16), às 10h, foram administradas 273.146 mil doses, seja primeira (D1) ou única (DU), o que corresponde a um público-alvo de 387.468 pessoas vacinadas na cidade, ou 70,50 por cento.

Esses dados considera o uso de qualquer um dos quatro agentes de vacinação permitidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Hildon Chaves, prefeito de Porto Velho, enfatiza a necessidade de avanços na vacinação. O início da imunização para pessoas a partir de 18 anos foi anunciado nesta segunda-feira (16). “Estou muito preocupado, e nossa administração fez de tudo para garantir que esse público jovem e outros recebessem as vacinas. Seremos capazes de parar o vírus que causa a Covid-19 mais rapidamente se tivermos essa proteção ”, disse ele.

De acordo com o quadro comparativo, 116.957 residentes em Porto Velho continuam a tomar a primeira dose. A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) prevê redução desse número em um futuro próximo. “Novos postos de vacinação estão sendo montados para ampliar a imunização e estamos dando proteção aos moradores de suas áreas. As alternativas fornecidas produziram resultados positivos. “Vamos derrotar esta pandemia”, afirmou enfaticamente.

De acordo com o balanço, foram administradas 91.316 vacinas de segunda dose (D2) e DU, correspondendo a 23,57 por cento da população imunizada.

VARIANTE

Segundo Hildon, o advento da variante Delta em Rondônia está se tornando mais provável e, por isso, todos devem ser imunizados com as duas doses o mais rápido possível.

DADOS

A cobertura vacinal contra a Covid-19 é baseada em estimativas do Ministério da Saúde baseadas no Censo de 2010 e na previsão da população para 2020 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Fonte: Mixrondonia com informações de assessoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *