Mais de quatro mil pessoas sofreram acidentes no ano passado em Porto Velho

Mais de quatro mil pessoas sofreram acidentes no ano passado em Porto Velho

A maioria dos acidentes de trânsito é causada pela falta de atenção dos motoristas, bem como por problemas relacionados à infraestrutura de estradas e rodovias.

A imprudência, como dirigir em velocidades excessivas, conversar em telefones celulares ou dirigir embriagado, é um dos principais motivos. Essas são as constatações de instituições de nosso país que tratam da segurança no trânsito.

De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran-RO), foram registrados mais de 19.000 incidentes com vítimas fatais no estado de Rondônia de 2019 a 2020.

Seis mil por colisão transversal e quatro mil por queda foram as duas categorias que mais subiram. O cenário também cita Porto Velho como a cidade de Rondônia onde ocorre a maioria dos acidentes do estado.

No ano passado, 4.431 pessoas se envolveram em um acidente em Porto Velho, segundo os dados. Entre eles, 1.947 motociclistas e 1.560 motoristas de automóveis.

O anuário também revela que a maioria das vítimas nos acidentes foi de adultos com idades entre 18 e 59 anos. Os homens são os mais propensos a se envolverem em acidentes de trânsito, respondendo por 68,96 por cento do total. As mulheres representam 31,04 por cento de todos os relatórios de acidentes.

Em Rondônia, porém, houve queda de 21,39% nos acidentes de 2019 a 2020, com um total de 8.450 ocorrências.

Precaução

Diversas ações educativas são realizadas ao longo do ano em Porto Velho e interior, segundo o Detran, com o objetivo de sensibilizar a comunidade em geral.

Os motoristas são instruídos por agentes de trânsito por meio de mensagens visuais e banners ao longo dessas operações. Eles discutem as regras, o uso de equipamentos básicos e trajes adequados em estradas movimentadas.

Fonte: Mixrondonia com informações de assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *