Manifestantes entram em confronto com a polícia nos EUA após morte de homem negro

Manifestantes entram em confronto com a polícia nos EUA após morte de homem negro

Manifestantes entraram em confronto com a polícia em Minneapolis, no estado de Minnesota, nos Estados Unidos, neste domingo (11), depois que um policial matou um homem negro. A vítima foi identificada por parentes, no local, como Daunte Wright, de 20 anos, segundo o jornal “Star Tribune”.

O caso ocorreu a cerca de 16 km de onde George Floyd foi morto, em maio do ano passado, também durante uma ação policial.

No protesto, um grupo chegou a revidar a ação policial com pedras.

Os policiais responderam com gás lacrimogêneo e tiros com balas de borracha.

Em um comunicado, a polícia do Brooklyn Center disse que os policiais pararam um homem devido a uma infração de trânsito, pouco antes das 14h, e descobriram que ele tinha um mandado de prisão pendente.

Manifestantes protestam em Minneapolis, no estado americano de Minnesota, contra a morte do cidadão negro Daunte Wright, no dia 11 de abril  — Foto: Nick Pfosi/Reuters

Manifestantes protestam em Minneapolis, no estado americano de Minnesota, contra a morte do cidadão negro Daunte Wright, no dia 11 de abril — Foto: Nick Pfosi/Reuters

Enquanto a polícia tentava levá-lo, ele voltou a entrar no veículo. Um policial atirou no motorista, segundo o comunicado. O motorista ainda dirigiu por vários quarteirões antes de atingir outro veículo e morrer no local.

O governador de Minnesota, Tim Walz, disse que estava monitorando a situação. “Estamos orando pela família de Daunte Wright, enquanto nosso estado lamenta outra vida de um homem negro levado por policiais”, disse ele no Twitter.

A tensão na área é alta, no momento em que o julgamento de Derek Chauvin, um policial branco de Menneapolis, entra em sua terceira semana de depoimentos. Em uma abordagem policial, Chauvin ajoelhou-se no pescoço de George Floyd, que já estava algemado, asfixiando-o até a morte.

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *