Municípios do interior se preparam para aplicar vacina da Pfizer

Municípios do interior se preparam para aplicar vacina da Pfizer

Municípios do interior de Rondônia já estão se preparando para iniciar a aplicação de mais uma vacina contra a Covid-19 em seus moradores, o da Pfizer.

Até então, a Pfizer/BioNtech estava sendo aplicada apenas na capital Porto Velho, pois o imunizante exige condições específicas de refrigeração, e o envio das doses tem sido limitado a municípios com capacidade de armazenamento.

Segundo o Ministério da Saúde, a vacina precisa ser armazenada a uma temperatura entre -25°C e -15°C por até 14 dias. Se a refrigeração variar de 2°C a 8°C, o prazo cai para cinco dias.

Mas como os municípios do interior vão fazer?

Ariquemes (RO), a 200 quilômetros de Porto Velho, vai iniciar a aplicação da Pfizer na próxima semana em grávidas com comorbidades e puérperas.

Por causa do curto espaço de tempo de eficácia da vacina (após ser descongelada), os munícipios terão que criar uma força-tarefa para aplicar o imunizante dentro do prazo.

Segundo a prefeitura de Ariquemes, as doses da Pfizer chegarão ‘congeladas’ no estado e ficarão inicialmente no refrigerador adequado em Porto Velho. Logo depois, uma equipe vai fazer o ‘descongelamento’ e o imunizante refrigerado será enviado à cidade.

Outra cidade que deve adotar a mesma logística para a Pfizer é Ji-Paraná (RO), na região central. Os profissionais de saúde receberão treinamento para vacinar os moradores na próxima semana.

Inicialmente, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, Ji-Paraná deve receber 700 doses da Pfizer. Grávidas e mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias serão as primeiras a receberem o imunizante na cidade.

Após as doses saírem de Porto Velho para o interior, todos os municípios terão até cinco dias para aplicarem a vacina no público prioritário. Fonte: https://noticiageral.com – com informações de  G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *