Novo coordenador de curso é anunciado pela Faculdade Católica de Rondônia

Novo coordenador de curso é anunciado pela Faculdade Católica de Rondônia

Cleverton Reikdal, este é o nome do mais novo coordenador do programa de Direito da Universidade Católica de Rondônia (FCR). Graduado em Direito (2014), Mestre em Administração Pública (2018), atualmente cursa o Doutorado em Ciências Jurídicas pela Universidade do Vale do Itaja (Univali) em colaboração com o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Jurídicas da FCR (PPCJ).

Reikdal realiza estudos nas áreas de política de gênero, democracia no Brasil, elaboração e fiscalização de licitações e contratos e suas consequências, bem como direito civil e empresarial.

O advogado e professor, que antes era coordenador do Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ), ministra o curso-chave da instituição, que vem ganhando destaque no estado e na Amazônia nos últimos anos. Entre eles estão os maiores índices de aprovação no Exame de Ordem Unificada da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o desempenho destacado no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade).

Segundo Reikdal, no campo do direito, tem havido um aumento na colaboração por meio de tecnologia em tempo real e ferramentas de interação, como compartilhamento de arquivos e aproximação de pessoas. “O uso destas novas tecnologias na área do ensino desenvolve e consolida as novas competências de quem vai atuar profissionalmente em nossa área”, disse.

Segundo ele, na gestão do novo caminho para 2021, existe a possibilidade de uma nova organização comportamental, cada vez mais ligada e desafiadora no imaginário de fazer o novo, com este ‘novo padrão’ através de um uso deliberado e criativo das novas tecnologias.

“A lei deve reconhecer que o conceito de espaço e tempo necessita de uma nova ferramenta de movimento, que reúna e incentive uma maior liberdade de ação”, disse.

Sobre o mercado de trabalho

Um estudante de direito tem grandes expectativas de domínio, realização e aceitação no mercado de trabalho. Como resultado, o futuro profissional exige dedicação. Segundo o coordenador, é fundamental começar a atuar de forma grupal de pesquisa e informação desde cedo.

“Porque atos, incluindo estruturação e atuação em julgamentos simulados, bem como moções de redação, pareceres jurídicos e outras partes usando lei visual, seriam os novos requisitos de negócios. Como resultado, participar de eventos de tecnologia é tão importante quanto participar de seminários e congressos na área de direito ”, concluiu Reikdal, enfatizando a importância de incorporar a diversidade humana, os direitos humanos e a sustentabilidade ao sucesso profissional.

“Para a complementação das habilidades pessoais, o trabalho em equipe é necessário para o presente e o futuro”, afirmou. “Forjar relacionamentos com outros indivíduos, especialistas e organizações é essencial para a conclusão de habilidades pessoais.”

Sobre a nova gestão da FCR

A nova coordenação se dedica a dar continuidade ao trabalho de gestão humana e consciente de acordo com os pilares fundamentais do FCR, a saber, os valores ético-cristãos, a inclusão social e o crescimento da Amazônia a longo prazo.

“Pretendo enfatizar ainda mais a importância da pesquisa, expansão, proximidade da comunidade e colaborações com instituições públicas e privadas”, prometeu Reikdal. Ele acrescentou que o objetivo é crescer e colaborar para que os formandos fiquem felizes com o investimento na carreira.

Investimentos que serão feitos em extensões

A partir de agora, a proposta é estender os cursos de extensão em duas vertentes: uma voltada para o aprendizado e a qualificação profissional e outra voltada para as demandas sociais fora do setor convencional.

Já estão previstos cursos práticos de extensão para desenvolver sistemas de informação (PJe, SEI, PROMAD, PROJURIS, entre outros), gestão (exercício profissional em escritórios, órgãos públicos (uso do direito visual, recursos textuais, imagem) e demandas sociais (guarda o NPJ junto à sociedade para reconhecer demandas e soluções práticas de soluções).

Novas expectativas pela frente

O conceito, segundo o novo coordenador, é valorizar o espaço do ex-coordenador e amigo Stênio Castiel. “Quero fazer feliz com esse novo empreendimento que se preocupa muito com uma educação de qualidade e com o respeito do aluno e do corpo docente.” Disse ainda que pretende continuar com sistemas de gestão que já se revelaram eficazes, como os promovidos pelo Prof. Dr. Pedro Abib e pela Dra. Daniela Lopes Faria.

“Profissionais importantes que freqüentemente enfatizam a ciência, o desenvolvimento e o valor do pensamento livre e humanitário em seu ensino. Espero trabalhar em um ambiente que me permita estar mais integrado aos demais cursos da instituição, para que possamos concretizar nossa visão de uma IES de alta qualidade para nossa região ”, explicou Reikdal.

Motivos de orgulho

“O grupo acadêmico deve se orgulhar de fazer parte do FCR porque está imerso em um ambiente que valoriza as pessoas e suas diferenças. A formação profissional envolve mais do que apenas técnica; também implica o desenvolvimento de habilidades em um indivíduo que está alicerçado em fatos e sempre em busca de um presente e futuro melhores. Não somos conquistadores do espaço; antes, somos pessoas comprometidas em constituir e construir espaços nos quais cada indivíduo possa viver, ser reconhecido e realizar todo o seu potencial humano. O novO coordenador do curso de Direito da Instituição concluiu dizendo: “Somos FCR, criamos e construímos”.

Fonte: Mixrondonia com informações de Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *