Novo surto de Covid faz China adiar maratona de Wuhan

Novo surto de Covid faz China adiar maratona de Wuhan

A maratona de Wuhan, que deveria acontecer neste domingo (24), foi adiada praticamente sem aviso prévio pelos temores de um aumento de casos de Covid-19 na China, antes dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim em 2022.

A capital chinesa registrou neste domingo 26 novos casos locais de Covid-19, o mais recente surto a testar a política de tolerância zero com o vírus, a 100 dias do início dos Jogos.

As autoridades tentam conter os contágios do vírus com testes em larga escala e confinamentos direcionados.

Mas com o aumento de casos, os organizadores da maratona de Wuhan afirmaram em um comunicado o adiamento da prova na cidade da região central da China “para evitar o risco de uma propagação pandêmica”.

Primeiro caso de covid-19 em Wuhan foi detectado no final de dezembro de 2019 — Foto: Reuters

O evento deveria atrair 26 mil participantes à cidade, onde o coronavírus foi identificado pela primeira vez no fim de 2019.

O comitê organizador informou que devolverá o valor da inscrição dos participantes.

A China conseguiu reduzir drasticamente os contágios de Covid com uma campanha agressiva de testes e um rígido controle das fronteiras.

Não está claro se a maratona de Pequim acontecerá no próximo domingo (31).

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *