Pais dizem que Santa Marcelina deixou professora trabalhar com Covid-19

Pais dizem que Santa Marcelina deixou professora trabalhar com Covid-19

Nesta segunda-feira (29), pais procuraram a imprensa para denunciar uma suposta omissão cometida pela direção da escola Santa Marcelina, unidade do bairro Embratel, em Porto Velho.

Segundo eles, uma professora da educação infantil estava com sintomas da Covid-19. Mesmo assim, continuou tendo contato com as crianças, outros funcionários e responsáveis.

“Ela só parou de ir trabalhar quando recebeu o teste confirmando que estava com a doença. Agora tem outros professores e alunos com sintomas da Covid”, desabafou um pai.

Uma colega de trabalho, que teve contato direto com a positivada, afirmou ao Rondoniaovivo que teve que procurar ajuda médica na última sexta-feira (26) por estar passando mal.

“Tive que ir à emergência de um hospital particular. Estava com dor no corpo e febre. A médica disse que era pra eu me isolar e fazer o teste daqui uns dias. Espero que não seja Covid”, lamentou ela.

Ainda de acordo com os pais e mães, a escola não emitiu nenhum alerta sobre o assunto, mas encerrou as aulas às pressas na última sexta-feira (26) e apenas estudantes que ficaram em recuperação estão frequentando a unidade.

“Há outros professores com sintomas e eles estão dando as aulas de recuperação. Isso é um absurdo! Nossas crianças correm perigo. A direção continua omissa com a questão. Não querem perder a ‘credibilidade’ que têm perante a sociedade”, disse a mãe de uma criança de 08 anos.

Silêncio

O Rondoniaovivo entrou em contato diversas vezes no telefone 2141-**96, que está no site da escola (https://www.santamarcelina.org.br), mas ninguém atendeu.

O jornal eletrônico deixa o espaço aberto para a instituição se manifestar, caso ache necessário.
Fonte: Rondoniaovivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *