Portugal exigirá quarentena de passageiros em voos indiretos do Brasil e do Reino Unido

Portugal exigirá quarentena de passageiros em voos indiretos do Brasil e do Reino Unido

Passageiros que voarem com escalas para Portugal do Brasil e do Reino Unido precisam apresentar um teste negativo para Covid-19 realizado 72 horas antes da viagem e terão que ficar em quarentena por duas semanas depois da chegada a partir de domingo (7), disse neste sábado (6) o Ministério do Interior.

A medida tem o objetivo de fechar uma brecha que permitiu que viajantes do Reino Unido e do Brasil chegassem a Portugal fazendo escala em um país em que a viagem era autorizada.

Voos comerciais ou privados diretos para e do Reino Unido e Brasil foram proibidos desde janeiro para limitar a disseminação das variantes da Covid-19.

Voos humanitários e de repatriação diretos ainda serão autorizados, mas os passageiros precisam apresentar teste negativo para a Covid-19 realizado 72 horas antes da viagem e fazer quarentena por 14 dias.

As medidas serão revisadas em 16 de março.

Melhora da pandemia em Portugal

Após ficar à beira do colapso na saúde, em janeiro, Portugal implementou restrições e os números melhoraram.

A taxa de incidência de Covid-19 do país atualmente é uma das cinco menores da Europa, de acordo com informações divulgadas nesta quinta-feira (4) pelo Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC, na sigla em  inglês).

Trata-se de uma mudança em relação ao cenário do começo do ano. A situação começou a se alterar em 15 de janeiro, quando o governo ordenou um lockdown. Poucos dias depois, Portugal começou a reagir, e os números começaram a se igualar aos de outubro.

As autoridades de saúde do país afirmam que parte da piora que ocorreu em janeiro se deve a uma variante do coronavírus inicialmente detectada no Reino Unido.

Com a melhora, a expectativa agora é que os planos para tornar o lockdown menos rígido sejam revelados no dia 11 de março.G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *