Presidente da Assembléia Alex Redano celebra sanção do governador à lei que altera áreas de reservas

Presidente da Assembléia Alex Redano celebra sanção do governador à lei que altera áreas de reservas

Alex Redano (Republicanos), presidente da Assembleia Legislativa, comemorou a decisão do governador Marcos Rocha de legalizar integralmente o Projeto de Lei Complementar 080, que foi traduzido para a Lei Complementar 1.089 e distribuído no Diário Oficial do Governo em edição complementar nesta quinta-feira (20).

“É um avanço significativo para Rondônia, e agradeço aos deputados pelo apoio, assim como ao governador, que endossou totalmente essa iniciativa, que é uma das mais críticas do nosso estado. É uma vitória para o setor produtivo, mas também houve o desenvolvimento de novas áreas de reserva, que também devem ser consideradas ”, enfatizou Redano.

O artigo discute reformas em unidades de conservação, incluindo a implantação de novos espaços de preservação e adequações de limites de outras áreas, tudo com o objetivo de manter o desenvolvimento sustentável em áreas já consolidadas.

“Na minha opinião, Rondônia já tem áreas de conservação suficientes, e o que precisamos é de mais recursos para o desenvolvimento agrícola, que é o que mantém nossa economia funcionando e gera empregos e lucros”, continuou o deputado.

Sobre a Lei nº 1.089

A lei complementar em vigor altera os limites da Reserva Extrativista Jaci-Paraná e do Parque Estadual do Guajará-Mirim, institui o Parque Estadual da Ilha das Flores, o Parque Estadual do Abaitará, a Reserva de Desenvolvimento Sustentável de Bom Jardim, a Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Limoeiro, o Rio Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Machado e Reserva de Fauna do Pau D’leo, e modifica os limites da Reserva Extrativista Jaci-Paraná e do Guajará.

Além de revogar o artigo 8-A da Lei Complementar n° 633, de 13 setembro de 2011, bem como a Lei n° 1.146, de 12 de dezembro de 2002 e dá outras providências.

Fonte: Mixrondonia com informações de Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *