Rondônia registra 9% mais contratações que demissões no mês de março, segundo o Caged

Rondônia registra 9% mais contratações que demissões no mês de março, segundo o Caged

Rondônia teve no mês de março deste ano 742 contratações a mais que demissões, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Ao todo, 8.782 pessoas tiveram a carteira assinada no último mês, enquanto 8.040 foram demitidas, resultando em um saldo positivo de 9,2%.

Desde o início da pandemia, abril de 2020 foi o pior mês em relação ao número de empregos formais. No período, o saldo de demissões e contratações ficou negativo em mais de 5,1 mil.

Somados os três primeiros meses de 2021, Rondônia gerou 3.090 empregos, cerca de 622% a mais que no mesmo período do ano anterior, quando o saldo foi de apenas 428 novos postos de trabalho.

Setores

O saldo positivo no número de empregos formais foi puxado pelo setor de serviços, que em março contratou 3.188 pessoas e demitiu 2.538, resultando em 650 novos postos de trabalho. O comércio e a construção também tiveram saldo positivo, criando 133 e 64 novos empregos, respectivamente.

Na agropecuária, por outro lado, 55 postos de trabalho foram perdidos. A Indústria foi o segundo setor com saldo negativo, demitindo 50 pessoas a mais do que foram contratadas.

Contratações e demissões por setores da economia em RO

SetoresContrataçõesDemissõesSaldo
Agropecuária163218-55
Comércio3.3653.232133
Construção61254864
Indústria1.4541.504-50
Serviços3.1882.538650

Fonte: Caged

Região Norte

Ao todo, a Região Norte do Brasil apresentou um saldo positivo de 8.944 novos empregos em março de 2021, sendo o Pará responsável pela maior parte das contratações. Dos sete estados, Rondônia está em quarto lugar no ranking, atrás de Pará, Amazonas e Tocantins.

Saldo de empregos nos estados da região em março:

  1. Pará – 4.152
  2. Amazonas – 1.855
  3. Tocantins – 1.408
  4. Rondônia – 742
  5. Roraima – 273
  6. Acre – 269
  7. Amapá – 245

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *