Sistema de captação de água potável é inundado em Rolim de Moura e moradores ficam sem abastecimento

Sistema de captação de água potável é inundado em Rolim de Moura e moradores ficam sem abastecimento

O sistema de captação de água potável em Rolim de Moura (RO), foi inundado após a cheia do Igarapé Manicoré e cerca de 30% dos moradores da cidade estão sem abastecimento. O comunicado foi feito nesta segunda-feira (21) pela concessionária responsável.

De acordo com a empresa Águas de Rolim de Moura, nesta madrugada o Igarapé Manicoré aumentou de nível em uma velocidade muito grande e a água chegou até a região da captação provocando enchente.

A empresa informou ainda que, por segurança, os sistemas elétricos como bombas, painéis e geradores tiveram que ser desligados afetando o abastecimento de água potável. Não foi comunicado uma data para retorno do serviço.

“Assim que for seguro ter acesso a estrutura da captação, a concessionária atuará no levantamento dos danos, manutenção e ativação dos sistemas”, apontou.

Durante o período de suspensão do abastecimento, a concessionária orienta que os moradores racionem a água armazenada, utilizando apenas para serviços essenciais.

Outras consequências

No início do mês, pelo menos nove famílias ficaram desabrigadas após o transbordamento do rio Anta. Ao todo, 10 bombeiros militares trabalharam para retirar 27 pessoas e alguns animais. Nesta segunda-feira, a Defesa Civil de Rolim de Moura emitiu um alerta para risco de novas enchentes.

Já em Cacoal, cidade vizinha à Rolim, mais de 1 mil famílias foram afetadas pelas cheias dos rios que cortam a cidade. Desde a última sexta-feira (18) o município está em situação de emergência.

Pontes e bueiros foram destruídos, casas ficam submersas pela água, moradores da zona rural ficam isolados e os da zona urbana desabrigados ou desalojados. 

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.