Tenista chinesa Peng Shuai conversa com presidente do Comitê Olímpico Internacional em videochamada

Tenista chinesa Peng Shuai conversa com presidente do Comitê Olímpico Internacional em videochamada

Em comunicado, o COI afirmou que a atleta “explicou que está segura e bem, morando em sua casa em Pequim, mas gostaria que sua privacidade fosse respeitada neste momento”.

Após várias denúncias internacionais de governos e estrelas do tênis, veículos da imprensa oficial chinesa divulgaram uma enxurrada de imagens para assegurar que Peng está em boas condições, após uma ausência pública de quase três semanas desde que ela acusou um figurão do Partido Comunista Chinês (PCC) de agressão sexual.

Peng Shuai reapareceu em público neste domingo em fotos e vídeos de um torneio de tênis juvenil em Pequim, segundo fotos oficiais do evento. Esta seria sua primeira aparição oficial desde que sua denúncia de abuso sexual foi censurada na internet chinesa.

A tenista de 35 anos desapareceu repentinamente no início do mês, depois de ter acusado Zhang Gaoli, um poderoso ex-chefe do Partido Comunista Chinês, 40 anos mais velho, de tê-la forçado a ter relações sexuais. Em uma mensagem publicada em 2 de novembro na sua conta oficial no Weibo, ela descreve uma relação forçada com Zhang, um homem casado e ex-vice-primeiro-ministro do país. A mensagem ficou no ar por um curto espaço de tempo, até ser censurada na China.

Segundo o COI, a videochamada deste domingo durou 30 minutos e foi acompanhada pela presidente da Comissão de Atletas do COI, Emma Terho, e pelo membro do COI na China, Li Lingwei. “Fiquei aliviada ao ver que Peng Shuai estava bem, que era nossa principal preocupação. Ela parecia estar relaxada”, disse Emma Terho.

Vários atletas e países, entre eles Estados Unidos e França, tinham manifestado preocupação com o destino da tenista. A ONU pediu, por sua vez, uma prova de que ela está sã e salva, enquanto a hashtag #WhereisPengShuai (#OndeEstaPengShuai, em português) se espalhou pelas redes sociais.

Desde sexta-feira, fotos e vídeos de Shuai começaram a aparecer nas redes sociais, publicadas por pessoas próximas do governo. Mas para a WTA, federação internacional do tênis feminino, as novas imagens de Shuai foram consideradas “insuficientes” para tranquilizar a entidade, já que não mostravam se a tenista “é livre em suas decisões e ações”.

Na semana passada, o presidente da WTA, Steve Simon, declarou à revista Times que havia tentado contatar a tenista por vários meios, sem sucesso.

Peng Shuai assina bolas de tênis um torneio de tênis juvenil em Pequim, em imagem divulgada neste domingo (21) no Twitter — Foto: @QINGQINGPARIS/Twitter via REUTERS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *