Traficante de RO usa ambulância para entregar cocaína

Traficante de RO usa ambulância para entregar cocaína

Foram 3.026 KM de Cerejeiras Rondônia até Betim em Minas Gerais, justamente onde o golpe do falso doente de Covid-19 seria descoberto durante uma batida da Polícia Rodoviária Federal (PRF) mineira.

Para entender essa história é preciso retornar a Rondônia, onde todo o roteiro foi orquestrado e posto em prática por um homem de Cerejeiras, endividado. Devendo cerca de 30 mil para um agiota e traficante, o rondoniense resolveu colocar o plano da doença em prática. Para isso ele locou uma ambulância com um motorista e pegou a estrada.

A intenção seria deixar o entorpecente no município de Bom Jesus, no Espirito Santo onde a encomenda era aguardada por outro traficante. Mas em Betim, na Grande Belo Horizonte, policiais rodoviários abordaram o veículo na BR-262. Numa varredura, os policiais desconfiaram de um detalhe, como um doente estaria sendo transportado em uma ambulância sem auxílio médico.

Foi neste momento que o plano tão bem bolado passou a cair por terra. Ao revistar os compartimentos os PRF’s começaram a encontrar tabletes de pasta base de cocaína, no total foram aprendidos 44 quilos, avaliados em 5,2 milhões.

Tanto o falso doente de 42 anos e o motorista de 34 anos que confessou que sabia aos policiais que a drogas estava no veículo foram presos. A partir de agora os policiais querem chegar até o agiota que teria enviado a encomenda como forma de quitar a divida como o homem de 42 anos.

Representantes da empresa proprietária da ambulância disseram que não sabiam da apreensão do veículo por droga. Eles confirmaram que o homem havia locado e inclusive chegou a pagar a quantia de 15 mil para que o veículo o transportasse de Cerejeiras até Bom Jesus no ES. Pelo transporte cada qual receberia em torno de 12 mil reais. Após o flagrante, os dois homens foram encaminhados para o presídio em Belo Horizonte.

Fonte: NewsRondonia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *