Viúva de Che Guevara não recebe pensão do governo brasileiro?

Viúva de Che Guevara não recebe pensão do governo brasileiro?

Circula pelo WhatsApp que a viúva de Ernesto Che Guevara, Aleida March de la Torre, estaria recebendo “aposentadoria por viuvez” do governo brasileiro há 10 anos. O valor mensal do benefício seria de R$ 9,8 mil. Por WhatsApp, leitores da Lupa sugeriram que esse conteúdo fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação​:

“Duram-se com um barulho desse: (…) A viúva do revolucionário Ernesto Che Guevara recebe há 10 ano do Brasil uma aposentadoria de R$ 9.800,00 por viuvez”
Texto de imagem que circula pelo WhatsAppFALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A viúva de Che Guevara, Aleida March de la Torre, nunca recebeu “aposentadoria por viuvez” do governo brasileiro. A “fonte” dessa “informação” é um texto publicado em um site satírico chamado A Conversa Pra Boi Dormir, hoje fora do ar. Não existe “aposentadoria por viuvez”, o teto das aposentadorias e pensões pagas pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é de R$ 6.433,57. Por fim, o texto credita, de forma satírica, a informação a um gato que vive na “mansão presidencial” de Cuba.

Essa informação falsa circula na internet desde, pelo menos, 2014. Naquele ano, ele foi desmentido pelo E-farsas e pelo Boatos.org, que constataram que a origem satírica do conteúdo. Ele voltou a circular em abril de 2021.

Não existe “aposentadoria por morte”. O que existe é a pensão por morte, paga pelo INSS somente para dependentes de contribuintes do Regime Geral de Voltaridência Social (RGPS) mortos ou declarados mortos pela Justiça. Obviamente, Ernesto Che Guevara, morto na Bolívia em outubro de 1967, nunca foi contribuinte, pois nunca viveu no Brasil.

Por fim, a pessoa que aparece na foto não é a viúva de Guevara, Aleida March de la Torre, e sim sua filha, Aleida Guevara.

Esse conteúdo também foi verificado pelo Aos Fatos, em 2019, e pelo Estadão Verifica, em 2018.

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de Lupa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *